sexta-feira, 23

de

fevereiro

de

2024

ACESSE NO 

Cangaço Novo expõe crime que se tornou recorrente em cidades da região

Últimas Notícias

- Ads -

Série da Prime Video impressionou o mundo

MUNDO DO CRIME

- Ads -

Em junho deste ano, uma quadrilha invadiu a agência do Banco do Brasil de Timbó Grande, a 40 quilômetros de Canoinhas. Pelo menos seis homens fortemente armados participaram do assalto. Um carro foi incendiado pelos bandidos para desviar a atenção. Imagens divulgadas em redes sociais mostravam reféns com as mãos na cabeça em frente a agência. Depois que o grupo deixou o banco e iniciou fuga, as vítimas foram liberadas.

Esta modalidade de assalto se tornou recorrente na região nos últimos anos. Teve casos em Três Barras, Monte Castelo e Santa Cecília. O crime, batizado de cangaço novo tem como alvo cidades interioranas como é o caso de Timbó Grande, com pouco policiamento e fácil acesso a rotas de fuga. As quadrilhas fortemente armadas invadem a cidade e como um furacão, assaltam agências bancárias, recolhem o dinheiro e levam reféns até determinado ponto para evitar que a Polícia os persiga. Já aconteceu em Papanduva, poucos anos atrás, de os bandidos abrirem fogo contra o quartel da Polícia Militar, impedindo os policiais de saírem do quartel enquanto o assalto era cometido.

Pois bem, essa modalidade de assalto virou série e está no Prime Video. Justamente com o título Cangaço Novo, a produção é grandiosa, elogiadíssima dentro e fora do Brasil.

Poucas vezes se viu cenas de ação tão bem feitas no audiovisual brasileiro. O elenco, integradíssimo, impressiona pelo talento. Destaque para Alice Carvalho, que tem vida longa como atriz, inclusive, já está escalada pela Globo para fazer novelas.

A série conta a história de Ubaldo (Allan Souza Lima), um bancário sem memória da sua infância que, descontente com a vida e precisando de dinheiro para cuidar do seu pai adotivo doente, volta ao sertão onde nasceu para reivindicar uma herança. Lá descobre que tem duas irmãs e logo é enxotado por Dinorá (Alice Carvalho), que guarda por ele um ódio visceral. Por que? É o que a série nos revela em meio a explosões de sentimentos, muita porrada e cenas eletrizantes.

Muitos críticos escreveram, e concordo, que Cangaço Novo subiu a régua, elevou o nível da produção nacional. Daqui pra frente, pra não passar vergonha, o que se quiser fazer em termos audiovisual no Brasil para as grandes do streaming terá de ter o mesmo padrão se não quiser passar vergonha. Cangaço Novo é um marco do audiovisual brasileiro e merece toda a sua atenção.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?