quinta-feira, 29

de

julho

de

2021

ACESSE NO 

Html code here! Replace this with any non empty text and that's it.

Html code here! Replace this with any non empty text and that's it.

SobreNós

O JMais é um veículo de comunicação digital sediado em Canoinhas (SC) que publica notícias das cidades da região do Planalto Norte Catarinense e Sul do Paraná.

Criado e idealizado pelo jornalista Rodrigo Seccon e pela publicitária Vanessa Kovalczuk, o jmais.com.br entrou no ar em 7 de setembro de 2010 editado a partir de União da Vitória, mas com notícias de toda a região.

Em agosto de 2012, no entanto, novos desafios profissionais levaram Seccon e Vanessa a se mudarem de cidade. Dessa forma, foi inviável seguir com o site.

Rodrigo Seccon entrevista vocalista do Nenhum de Nós em uma das primeiras reportagens publicadas no JMais/Arquivo

Silva e Wassoaski no lançamento do site editado a partir de Canoinhas em 9 de novembro de 2012/Bruno Padilha

Pouco tempo depois, o atual editor do JMais, Edinei Wassoaski, que foi professor de Seccon no Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv), soube que o site tinha sido desativado e procurou o dono, que aceitou vender a marca e a plataforma de publicações para Wassoaski. A partir de então começou o processo de reativação do site.

O programador Roberto Brozoski trabalhou nesse processo. O relações públicas Sérgio Teixeira da Silva se associou a Wassoaski e passou a cuidar da parte comercial do site. Nesta fase, Viviane Maciel teve papel fundamental ao coletar os primeiros anunciantes do portal como a Ervateira Dranka, anunciante mais longevo do site, que há oito anos anuncia ininterruptamente no JMais.

Em 9 de novembro de 2012, em uma cerimônia no Santa Catarina Plaza Hotel, o JMais foi oficialmente reativado passando a ser editado por Wassoaski e Silva a partir de Canoinhas. Silva deixou a sociedade pouco depois, repassando sua parte para Wassoaski.

A cobertura focada em Canoinhas e região teve sua primeira prova efetiva de credibilidade durante a cobertura da nevasca de 2013, fornecendo material para redes de TV e sites de cobertura nacional.

Um ano depois, o site teria destaque se tornando referência na cobertura da segunda maior enchente da história de Canoinhas e Três Barras.

Neve de 2013 marcou primeira grande cobertura do JMais/Fátima Santos

Wassoaski (C) com Rudmar e Silvana, do Studio Silver, lançando novo layout do site em 2016/Fátima Santos

Em 2016, o especialista em marketing digital Rudmar Silveira inaugurou o Studio Silver e passou a gerenciar a parte operacional do site.

O Studio Silver segue como parceiro do JMais até hoje e Rudmar mantém uma coluna no site com publicações todas as quartas-feiras.

A parceria com o Studio Silver garantiu uma cobertura de excelência às eleições municipais daquele ano.

Em parceria com a Band FM, o JMais promoveu debates com os candidatos a prefeito da comarca de Canoinhas, os quatro com transmissão ao vivo pelo site.

Internauta assiste debate com candidatos de Canoinhas em smartv/Arquivo

Greve dos caminhoneiros em Canoinhas em maio de 2018/Arquivo

Em 2018, mais uma prova de protagonismo do JMais ao manter um plantão em tempo real da greve dos caminhoneiros.

Durante 10 dias o JMais manteve noticiário constante sobre as condições das estradas da região e acompanhou o avanço das negociações entre os manifestantes e o governo.

Em 2020, quando o JMais completou 10 anos, uma série de eventos chegou a ser programada, mas muita coisa foi comprometida com a chegada da pandemia.

Com construção iniciada em dezembro de 2019, a sede própria com estúdio de TV foi inaugurada em julho de 2020 com uma entrevista que marcou a abertura da cobertura das eleições municipais daquele ano.

Antes, o JMais lançou seu aplicativo disponível para celulares android.

Estúdio integra a sede própria do JMais/Divulgação

Ciclista transita de máscara pelo centro de Canoinhas/Edinei Wassoaski/JMais

A pandemia foi outra prova de fogo para a equipe do JMais, que em 2020 chegou a quatro membros efetivos – Wassoaski, a estudante de Jornalismo Isabel Lenz Bayerl Stafin, o bacharel em Ciência da Computação Rafael Eduardo Meirelles Wassoaski e o contato comercial Cleverson Ferreira – mais um grupo de colaboradores como colunistas como Joselito Biluka, Adair Dittrich, Fátima Santos, Maria Cristina dos Santos, Bianca Neppel, Ana Lúcia Hanisch, Tony Goes – e repórteres de cidades vizinhas.

A cobertura da pandemia, com podcast no WhatsApp, mapa da região atualizado diariamente e notícias a todo o momento garantiram ao portal uma de suas maiores conquistas: um prêmio em dinheiro do Google, que criou um fundo emergencial para ajudar veículos de imprensa tendo como contrapartida a prestação de serviço público durante a pandemia.

Em 2021 Rafael se desligou da empresa e dois novos colaboradores se juntaram ao time: o estudante de Jornalismo Luiz Felipe Marschalk e o cinegrafista e editor Luiz Felipe Reinert.

Em junho de 2021, o Studio Silver projetou o quarto layout do JMais, que entrou no ar no dia 19 daquele mês.

Tendo como missão levar informação de qualidade ao Planalto Norte catarinense
e parte do Sul do Paraná, o JMais se firma como veículo de comunicação que
participa ativamente do cotidiano da região na qual está inserido.