sábado, 25

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Folha de S.Paulo completa 100 anos, o destino de Daniel Silveira e Brasil pede dinheiro aos EUA em destaque nesta sexta-feira

Últimas Notícias

- Ads -

19 de fevereiro de 2021

 

 

Folha de S.Paulo

Folha completa 100 anos

Esta Folha completa nesta sexta (19) 100 anos de existência. Em qualquer atividade, são poucas as organizações, públicas ou privadas, que chegam à marca. Menos ainda as que têm como atividade o jornalismo profissional, em sua vertente crítica.

A celebração é espartana, conforme o momento e a praxe interna.

O jornal não é o mesmo de 1921, obviamente, quando surgiu como contraponto moderno e inquieto aos diários da elite de então. Esse traço viria a definir seu DNA e lhe daria o “espírito de imigrante”, numa feliz definição posterior.

 

 

 

 

 

  • Sociedade não espera que deputado preso tenha ‘carta de alforria’
  • Câncer de Covas ganhou terreno, afirmam médicos
  • Bolsonaro sinaliza que Petrobras sofrerá mudanças
  • Câmara deve analisar hoje caso de Daniel Silveira
  • Brasil supera 100 milhões de infectados por coronavírus

 

 

 

 

 

 

 

 

O Estado de S.Paulo

Brasil pede aos EUA dinheiro para combate ao desmatamento

Os governos do Brasil e dos EUA fizeram a primeira reunião na gestão de Joe Biden para discutir meio ambiente. Por meio dos ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Ricardo Salles (Meio Ambiente), o governo Jair Bolsonaro sinalizou que mudou de postura e passou a associar o compromisso do País com as metas de redução de desmatamento e queimadas ao recebimento de aporte financeiro de países ricos. Durante os pouco mais de 40 minutos de reunião com Araújo e Salles, o enviado especial presidencial do clima do governo americano, John Kerry, ouviu os argumentos dos ministros brasileiros e teria dito que reconhece a legitimidade e a soberania do Brasil para cuidar de seus temas e que não há restrições para entendimentos com o governo de Jair Bolsonaro. Os EUA teriam concordado com a ideia do acordo financeiro para apoiar ações relacionadas ao ambiente, mas não foram discutidos prazos, valores e meios de repasse dos recursos para o Brasil. Uma minuta da agenda ambiental será elaborada.

 

 

 

 

 

 

  • Governo quer antecipar 13º e abono para injetar R$ 57 bi
  • Bolsonaro faz ameaça à Petrobrás e zera imposto
  • Brasil chega a 10 milhões de casos de covid-19
  • Câmara indica que deputado continuará preso
  • Aéreas vetam uso de máscara com válvula
  • Venezuela prioriza vacinação de chavistas

 

 

 

 

 

 

O Globo

Sem apoio de Lira no Planalto, deputado deve ser mantido preso

Com a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), já no fim da noite de terça-feira, o Supremo colocou o presidente da Câmara, Arthur Lira, em xeque. E, simultaneamente, enviou um forte aviso ao Exército Brasileiro e ao Palácio do Planalto. A situação toda é muito delicada.

Para Lira, o problema é simples: Silveira foi preso por ameaçar o Supremo. Por ele ser deputado, o plenário da Câmara precisa confirmar a prisão — ou negá-la. Se nega, o Legislativo manda ao Judiciário uma mensagem. Considera normal que parlamentares ameacem outro Poder. Aquilo que o presidente Jair Bolsonaro passou o primeiro semestre de 2020 fazendo — ameaçar o Supremo — passa a ser prerrogativa também dos deputados. Se, porém, permite a prisão, Lira entra em conflito com o próprio Planalto e a base ideológica do presidente.

 

 

 

 

 

 

  • Bolsonaro critica reajuste e ameaça mexer na Petrobras
  • Covid pode já ter dobrado os 10 milhões de notificações
  • Nova cepa do vírus: casos no Rio têm transmissão local
  • Jornal Folha de S.Paulo faz 100 anos