quinta-feira, 22

de

fevereiro

de

2024

ACESSE NO 

Empréstimo de R$ 30 milhões segue na geladeira e compromete projeto de reeleição de Juliana

Últimas Notícias

- Ads -

Para ganhar agilidade, prefeita tem adiantado licitações

CONTRA O TEMPO

- Ads -

A prefeita de Canoinhas, Juliana Maciel Hoppe (PL) tem corrido contra o tempo para colocar em prática seu plano de dar um choque de obras em Canoinhas no ano eleitoral. Isso porque o burocrático processo de empréstimo de R$ 30 milhões junto ao Banco do Brasil tem sido exaustivo. Juliana já perdeu as contas de quantas vezes os documentos foram e voltaram, mas bota fé que nesta semana o processo será concluído e que o dinheiro estará na conta ainda em fevereiro.

Para se adiantar, ela tem determinado a abertura de processos licitatórios relacionados ao maquinário e pavimentações pretendidas com o dinheiro. A massa asfáltica para as ruas Julio Budant Neto e Henrique Sorg, por exemplo, já está licitada. Será efetivamente comprada, contudo, quando o dinheiro foi liberado.

Com o tempo voando, a prefeita tem até metade do ano para dar start a qualquer obra. Depois, inicia o processo eleitoral do qual ela já se declarou candidata a reeleição. Ela já sabe que, na melhor das hipóteses, vai trilhar a cidade defendendo um legado que ficará pronto depois da eleição. Tem como argumento válido o fato de ter tido somente dois anos de gestão. A ver como o eleitorado vai entender essa mensagem.




PLANO

Em uma ampla reunião na semana passada, a prefeita Juliana Maciel Hoppe (PL) trouxe professores, representantes do Sindicato dos Servidores Públicos e vereadores para tentar encontrar uma solução para a famigerada proposta de alteração do plano de cargos e salários dos professores. Ficou acertada que uma comissão híbrida vai ter total acesso às finanças do Município para apresentar uma proposta que vise resolver a questão.





O RETORNO

A Câmara de Vereadores de Canoinhas retorna ao trabalho para o último ano da atual legislatura nesta segunda-feira, 5. Entre os projetos de lei que devem entrar em pauta já no começo do ano está o que reduz o salário dos vereadores, prefeitos e vices. Este de autoria do Executivo.

Como resposta, a vereadora Tatiane Carvalho (MDB) apresentou outro projeto que estende a redução do subsídio para secretários municipais e supervisores 1 e 2.

De qualquer forma, frise-se, se aprovado, qualquer um dos projetos só terá validade para a próxima legislatura.





HOSPITAL

Projeto prioritário prevê recursos relativos à assistência
financeira complementar da União destinada ao cumprimento do piso salarial nacional de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras que trabalham no Hospital Santa Cruz.





TOMÓGRAFO

Equipamento essencial para a Saúde de Canoinhas, o tomógrafo do Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) será consertado com R$ 160 mil a serem liberador pelo Município de Canoinhas a partir da aprovação de um projeto de lei a ser discutido na Câmara.






COOPERAÇÃO

A Câmara vai apreciar, também, projeto de lei que visa um acordo de cooperação técnica entre Canoinhas e Timbó Grande para, por meio do rateio de despesas, construir as cabeceiras e pilar central para instalação de dois Kits de Transposição de Obstáculo sobre o Rio Tamanduá, na localidade de São José do Tamanduá,
localizada no limite entre os dois Municípios.





FESTANÇA

O uso de verba pública pelos deputados federais para divulgação da própria atividade parlamentar bateu recorde em 2023.

No total, os parlamentares gastaram R$ 84,1 milhões com essa finalidade, o que representa 38,3% do total da chamada Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar.

Conhecido como “cotão”, a verba banca ou reembolsa deputados por gastos que incluem aluguel de escritório, combustível, alimentação, passagens aéreas e hospedagem, entre outros.

O percentual para divulgação do mandato é o maior de toda a história do cotão, cujo atual formato foi instituído em 2009.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?