Em Canoinhas, Napoleão Bernardes se firma como pré-candidato ao governo de SC


Bernardes com Passos e os vereadores do PSD Osmar Oleskovicz, Wilmar Sudoski e Willian Godoy/Divulgação

Ex-prefeito de Blumenau faz uma caravana pelo Planalto Norte

 

 

PEREGRINAÇÃO

O pré-candidato ao governo do Estado e ex-prefeito da cidade de Blumenau, Napoleão Bernardes (PSD), cumpre roteiro nesta semana pelas cidades do Norte. Bernardes iniciou na terça-feira, 27, um périplo por aproximadamente 20 cidades do Planalto Norte. O objetivo das visitas é conhecer de perto as demandas e necessidades da região, além da troca de experiências de gestão com os prefeitos.

 

 

 

Nesta terça, 27, Bernardes se encontrou com lideranças do partido em Papanduva.

 

 

 

Na manhã desta quarta, 28,  foi recebido pelos prefeitos de Canoinhas, Beto Passos (PSD), de Três Barras, Luiz Shimoguiri (PSD) e vereadores do PSD das duas cidades.

 

Bernardes com o prefeito de Três Barras, Luiz Shimoguiri, e o presidente da Câmara da cidade, Edenilson Engel/Divulgação

O roteiro segue por São Bento do Sul, Rio Negrinho, Campo Alegre, Joinville, Guaramirim e Jaraguá do Sul.

 

 

 

Napoleão já está em roteiro e iniciou as atividades nas últimas semanas passando pela região do Oeste. “A experiência de ir ao encontro das lideranças neste momento difícil de pandemia tem sido muito gratificante. Tenho feito a experiência de ser um ouvinte dos anseios e das necessidades dos municípios. Fui vereador e prefeito duas vezes e sei o quanto é importante essas relações”, destacou.

 

 

 

 

Este roteiro é fruto da reunião entre o presidente do PSD estadual deputado Milton Hobus e o ex-governador Raimundo  Colombo com Napoleão. “Este encontro ratificou que o PSD terá candidato a governador e o nome será definido no início do ano, pelo conjunto das lideranças e da base partidária, de modo a valorizar prefeitos, vices e vereadores nesta tomada de decisão”.

 

 

 

 

O roteiro seguirá posteriormente em outras regiões de Santa Catarina. Advogado, professor, doutorando e mestre em Direito, Bernardes foi vereador e prefeito duas vezes da cidade de Blumenau e quase emplacou candidatura na eleição passada. Se persistir a ideia do novo na eleição do ano que vem, sai em vantagem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EM ALGUMA GAVETA

Vereador Osmar Oleskovicz/Carlos Eduardo Vipievski/Divulgação

Requerimento assinado pelo vereador Osmar Oleskovicz (PSD), pede a instituição do Conselho do Consumidor no Procon de Canoinhas.

 

 

 

Juliana Maciel (PSDB), ex-diretora do Procon, lembrou que o Conselho já existe, mas nunca houve a nomeação dos integrantes do Conselho. “Fiz esse pedido ao prefeito, se fuçarem os memorandos vão achar”, afirmou, lembrando que “são pequenos detalhes que precisam ser resolvidos” pelo Executivo, no caso. Ela destacou que existe um fundo composto por multas para subsidiar os trabalhos do Conselho, mas quando diretora do Procon questionou o Executivo a respeito, mas não obteve resposta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Dois projetos inofensivos trouxeram a tona uma falta de preparo impressionante!”

de um observador da política local sobre os projetos de lei vetados pelos governistas que proibia fogos com estampido e tornava público a lista de vacinados contra a covid

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RESTRITO

A maioria das cidades em Santa Catarina não terá acesso à vacina da Pfizer – primeiro imunizante aprovado para uso definitivo pela Anvisa, com 95% de eficácia contra o novo coronavírus. O primeiro carregamento, com um milhão de doses, chegará ao Brasil nos próximos dias e as vacinas começam a ser aplicadas no início de maio. Por determinação do Ministério da Saúde, as vacinas da Pfizer ficarão restritas às capitais. Aqui em Santa Catarina, portanto, somente os moradores de Florianópolis receberão a vacina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CORTE

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) terá de cortar gastos, suspender ou cancelar contratos e ficará com a situação “praticamente inviável” para manter a infraestrutura de ensino adequada. Esta é a posição secretário de Planejamento e Orçamento da UFSC, Fernando Richartz, ouvido pelo repórter Renato Ighor, sobre o corte no orçamento da União de R$ 3 milhões para a instituição.

 

 

 

 

Santa Catarina vai perder R$ 152.183.258,00 com os vetos do presidente Jair Bolsonaro na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021 e que foi sancionada na semana passada. A sanção ocorreu no último dia de prazo e após o impasse com o Congresso sobre o aumento de emendas parlamentares e redução dos gastos obrigatórios.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Não é Bolsonaro o culpado pelo vírus”

diz Jorginho Mello, membro da rumorosa CPI da Covid

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NA MIRA

Gelson Merisio (PSD) em Canoinhas/Reprodução

O ex-presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Gelson Merisio (PSDB), disse ao jornalista Raphael Faraco que a denúncia de gastos públicos em viagens particulares é “jogo político”. O assunto veio à tona após reportagens publicadas pelo site O Antagonista, que expõem supostos deslocamentos para fins pessoais feitos pelo ex-deputado estadual (então no PSD) com aeronaves bancadas pelo Estado. “Todos os deslocamentos que fiz de helicóptero, pagos pelo Estado, foram para cumprir agenda oficial”, garante.

 

 

Uma curiosidade é que uma das fotos que abre a reportagem do Antagonista mostra Merisio sorridente ao lado do prefeito de Canoinhas, Beto Passos (PSD) durante uma das supostas viagens. Passos, no entanto, nada tem a ver com a denúncia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

APROVADO

A Câmara de Vereadores de Bela Vista do Toldo aprovou as contas de 2019 do prefeito Adelmo Alberti (PSL). Ontem foi a vez da Câmara de Canoinhas aprovar as contas do prefeito Beto Passos relativas ao ano de 2019.

 

 





Deixe seu comentário: