quinta-feira, 29

de

fevereiro

de

2024

ACESSE NO 

Depois da Cabana tem trama intrigante, mas sem grandes surpresas

Últimas Notícias

- Ads -

Minissérie da Netflix tem roteiro que não deixa brechas

TRAMA INTRIGANTE

- Ads -

Recebida com entusiasmo por muitos críticos de TV, a minissérie alemão Depois da Cabana, da Netflix, é uma bela aula de roteiro que funciona. Sem deixar lacunas, a história feita para maratonar (são seis episódios de menos de uma hora) chega a resolução do intrincado mistério sem decepcionar, embora não seja uma daquelas resoluções que dão um nó na nossa mente.

Quando a história começa, vemos uma mulher fugindo desesperadamente do que parece ser um cativeiro. Há uma estranha menina com ela, aparentemente sua filha. No hospital, a mulher segue desacordada ao passo que investigadores tentam tirar algo da menina, que fala carinhosamente do “papai” e de um irmão, mas não consegue precisar onde eles moram. Paralelamente, um policial toma conhecimento do caso e associa ao desaparecimento de Lena, caso que ele investigou mais de dez anos atrás. Logo, ele liga para os pais de Lena, que correm alucinados para o hospital. Tamanha é a frustração quando descobrem que aquela não é a filha deles. A menina, porém, os reconhece como avós. E agora, quem está falando a verdade e quem está mentindo?

É nesse jogo de gato e rato que a minissérie se desenvolve. Com muita habilidade, o roteiro inverte os papéis a todo o momento e mocinhos parecem bandidos e vice-versa. A menina, por exemplo, você vai ver, desperta sentimentos antagonistas no espectador, mérito da impressionante atriz mirim Naila Schuberth. Dizer mais seria estragar as surpresas que se seguem a medida em que vai-se desvendando quem é esse misterioso pai a que a menina se refere e porque a Lena que está internada não é a mãe da menina, apesar de ela mesma chamá-la de mãe.

A minissérie é baseada no romance Liebes Kind, do autor Romy Hausmann, e a pegada literária é sentida nos bons diálogos. Não espere nenhuma pirotecnia, mas pode contar com uma história bem contada.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?