sexta-feira, 19

de

abril

de

2024

ACESSE NO 

Polícia Civil prende suspeito de matar homem a golpes de faca em Canoinhas

Últimas Notícias

- Ads -

Élcio Rodrigues da Silva, de 45 anos, morreu poucas horas depois da agressão

- Ads -

A Polícia Civil de Canoinhas cumpriu um mandado de prisão contra um homem de 39 anos, investigado por homicídio. Ele foi preso nesta sexta-feira, 27, no distrito do Campo d’Água Verde, em Canoinhas. O caso ocorreu na noite de 11 de outubro, no distrito do Campo d’Água Verde. Élcio Rodrigues da Silva de 45 anos, foi atingido por golpes de faca, e acabou falecendo poucas horas depois da agressão.

De acordo com a Polícia Civil, a investigação identificou como o fato ocorreu e a necessidade de prisão preventiva do investigado, que foi rapidamente apreciada pelo Poder Judiciário e Ministério Público de Canoinhas.


RELEMBRE O CASO

Na noite de quarta-feira, 11, por volta das 23 horas, policiais militares foram chamados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Canoinhas, para prestar apoio ao Serviço Móvel de Urgência (Samu) que conduziu Élcio Rodrigues da Silva, de 45 anos, com ferimentos no tórax e pescoço desferidos com uma faca, o que no linguajar policial caracteriza “arma branca”.

A vítima estava inconsciente e logo em seguida foi intubada. Diante dos fatos, foi lavrado o boletim de ocorrência.

Élcio estava sendo preparado para uma cirurgia já no Hospital Santa Cruz quando por volta das 2h30 desta quinta-feira, 12, acabou falecendo.

Élcio era mais conhecido como Tchoco/Facebook/Reprodução

Élcio, mais conhecido como Tchoco, foi sepultado na manhã de sexta-feira, 13, no Cemitério Municipal Jardim das Hortênsias, em Canoinhas. Ele deixa esposa, duas filhas, netos e demais familiares e amigos.

Logo após tomar conhecimento do caso, a Polícia Civil iniciou uma investigação e identificou um acusado que foi identificado por meio de ligação anônima para o telefone de emergência da Polícia Militar, que repassou a informação a Civil.

Segundo o JMais apurou, Élcio estava em um bar na rua Otávio Tabalipa, no Campo d’Água Verde, quando foi agredido por outro frequentador do estabelecimento.

O acusado foi detido na sexta-feira, 13, e encaminhado para a Delegacia, onde foi ouvido. Ele estava respondendo ao inquérito em liberdade, até a determinação da sua prisão preventiva nesta sexta-feira, 27.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?