domingo, 17

de

outubro

de

2021

ACESSE NO 

Polícia Ambiental de Canoinhas participa de operação que investiga comércio ilegal de agrotóxicos

Últimas Notícias

- Ads -

Foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão em cinco cidades de SC e em União da Vitória no PR

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Canoinhas, juntamente com as unidades sediadas nos municípios de Joinville, Rio do Sul e Balneário Camboriú, participou na manhã desta quinta-feira, 22, da operação Deméter, desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), juntamente com a Cidasc, 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Ituporanga (2°PJ) e 13° Batalhão de Polícia Militar de Rio do Sul. Foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão nas cidades de Aurora, Rio do Sul, Major Gercino, Imbuia, Ituporanga, Guaramirim em Santa Catarina e União da Vitória no Paraná.



Segundo a corporação, durante as buscas, foram encontrados agrotóxicos nacionais e originários de outros países, de origem duvidosa. Ainda nas diligências constatou-se a prática da mistura de agrotóxicos com outros produtos como o enxofre e o posterior fracionamento em embalagens menores.




A PMA lavrou autos de infrações e processos administrativos em desfavor dos infratores.






“Produzir, processar, embalar, importar, exportar, comercializar, fornecer, transportar, armazenar, guardar ou ter em depósito agrotóxicos em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou em seus regulamentos pode resultar em multa de R$ 500 a R$ 2 milhões e crime com pena de reclusão de um a quatro anos”, informa a Polícia Ambiental.