sexta-feira, 23

de

fevereiro

de

2024

ACESSE NO 

O problema da centralização

Últimas Notícias

- Ads -

A centralização pode ser definida como a concentração de atividades decisórias em poucos ou em um profissional

- Ads -

Centralização do poder é algo que supera os estudos da sociologia organizacional ou burocrática. O termo é verificado com mais ênfase na história das civilizações e em estudos políticos. Reconhecendo a amplitude e importância de tal tema, seria impensável tentar discutir nessa coluna o Poder Centralizado como conceito amplo, logo, o recorte será a centralização das funções gerenciais.

A centralização pode ser definida como a concentração de atividades decisórias em poucos ou em um profissional. Apesar de receber várias críticas é um processo presente nas organizações desde a revolução industrial. Isso se dá principalmente pelo modelo hierárquico ter se originado da estrutura de governança dos militares[1].

Apesar de sólida, a estrutura centralizada começou a dar sinais de ineficiência em meados dos anos 2000. A comunicação global propiciada pela internet, mudou a velocidade dos negócios. Empresas, fornecedores e consumidores estão conectados globalmente, e com isso, o conhecimento ficou ainda mais setorizado dentro da organização empresarial.

O gestor que sabe de tudo (generalista) já é ultrapassado, assim como o gestor que decide tudo também surgindo assim os problemas da centralização: (1) Lentidão ou precipitação na tomada de decisão; (2) decisão sem especialidade; (3) sobrecarga no líder. Estes problemas podem levar a empresa à resultados ruins, stress da liderança, e até mesmo descontinuidade do negócio.

Para descentralizar é preciso entender que não é somente uma decisão, e sim, um processo de FORMAÇÃO. O grau de descentralização está ligado ao (1) tamanho da empresa; (2) ramo de atividade; (3) filosofia da alta administração, (4) competência dos subordinados e confiança dos superiores nessa competência; (5) qualidade da informação para tomada de decisão.

Uma empresa com um bom nível de descentralização apresenta uma tomada de decisão mais próxima do fato, aumenta a eficiência dos funcionários, melhora a qualidade das decisões, reduz gastos burocráticos, melhora a motivação da equipe, forma mais profissionais líderes.

Um primeiro passo para descentralizar é identificar as aptidões dos líderes e com base nessas aptidões dar autonomia aos mesmos para tomarem decisões de forma acompanhada. Ao momento que o líder máximo reconhece as decisões do profissional como boas ele passa a ter confiança, demandando assim mais autonomia. Esse processo é contínuo até esbarrar na falta de competência. Nesse cenário, inicia-se a formação e capacitação do profissional, para que evolua e possa assumir novas responsabilidades. Esse processo acompanha o crescimento da organização. Quanto mais rápido a estrutura responde às autonomias dadas aos profissionais, mais rápido a empresa expande.


[1] Hierarquia verticalizada.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?