Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

quarta-feira, 12

de

junho

de

2024

ACESSE NO 

Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

“Mensageiro” é solto; Pike, Shimoguiri, outros três ex-prefeitos e dono da Serrana seguem presos

Imagem:Arquivo

Últimas Notícias

Dezesseis prefeitos foram presos; somente um foi condenado até agora

O MENSAGEIRO

- Ads -

Uma informação do mês passado revelada agora pelo portal NSC Total mostra que o “mensageiro” Altevir Seidel foi solto em outubro. Com quase um ano desde a primeira fase das investigações, a operação Mensageiro passa a ter a maioria dos alvos soltos, em Santa Catarina. Dos 16 prefeitos e ex-prefeitos presos nas quatro fases, 12 já conseguiram a liberdade, além de pessoas ligadas à Serrana Engenharia, que também já deixaram a prisão, na sua maioria. Apenas o dono da empresa segue preso. Entre os prefeitos soltos estão Alfredo Cesar Dreher (Bela Vista do Toldo), Adilson Lisczkovski (Major Vieira) e Luiz Henrique Saliba (Papanduva).

Entre os que seguem presos estão o ex-prefeito de Três Barras, Luis Shimoguiri e o ex-vice-prefeito de Canoinhas, Renato Pike. Ainda seguem presos Felipe Voigt (MDB), de Schroeder; ex-prefeito de Balneário Barra do Sul, Antônio Rodrigues; e Marlon Neuber (PL), ex-prefeito de Itapoá, único julgado até agora. Ele foi condenado a 18 anos de prisão por conta das denúncias apontadas pela Operação Mensageiro. Ele foi considerado culpado pelos crimes de organização criminosa e corrupção ativa. A pena inicial, informada pela Justiça, foi de 59 anos, 11 meses e 15 dias, mas ele obteve redução da pena. Marlon também não poderá concorrer a cargos públicos por oito anos após o cumprimento da sentença.

Altevir Seidel é acusado de distribuir propina entre prefeitos e agentes públicos que participavam de um esquema para favorecer a Serrana Engenharia em processos licitatórios de coleta e destinação de lixo.






CHAMEM O JUIZ

Vereadores Roberto Todt (Podemos) e Wilmar Sudoski (PSD) pediram que seja encaminhado ofício à prefeita Juliana Maciel Hoppe (PL) e à procuradora do Município, Andrielli Kluczkovski, solicitando que sejam acionadas judicialmente as empresas e os responsáveis técnicos pelo projeto e execução das obras de drenagem nas ruas Frederico Kohler, Alfredo Mayer, Henrique Zugmann, Otavio Tabalipa e Alvino Voigt, “pois com as chuvas ficou evidente que essas obras de drenagem foram subdimensionadas.”




FARMÁCIA

Wilmar Sudoski está questionando a secretária municipal de Saúde, Francieli da Costa Colla, sobre as reclamações da população sobre a falta de medicamentos nas Farmácias da Policlínica e do Campo d’Água Verde. Ele quer saber qual a previsão para a aquisição desses medicamentos em falta.


ÁGUA

Willian Godoy (PSD), Adilson Steidel (PSDB) e Roberto Todt (Podemos) estão questionando o gerente da Casan de Canoinhas, Adriel Furtado de Castilho sobre qual ou quais os motivos da falta de água na localidade de Fartura por vários dias nas últimas semanas. “Solicita-se estudo de melhoria nas redes que levam água para essa comunidade para que os mesmos não fiquem sem abastecimento por longos períodos”, diz requerimento.





CASAN

Na foto, Antonio Gazaniga (Secretario de administração), prefeita Ana Claudia, assessor jurídico Marco Antonio de Souza, e o gerente da Casan, Adriel Castilho/Divulgação

Falando em Casan, a possibilidade de a estatal assumir o serviço de fornecimento de água, com vistas a implementação de saneamento em Três Barras esteve em pauta durante reunião nesta quinta, 9, entre a prefeita Ana Claudia Quege (PP) e o gerente local da Casan, Adriel Castilho.




SOBE E DESCE

Vereador por um mês, o suplente Roberto Todt (Podemos) voltou a tocar em um dos assuntos mais recorrentes na Câmara: o elevador da Policlínica, que vive mais estragado do que funcionando.





ENXUGOU

As áreas de Saúde e Infraestrutura terão menos recursos para o próximo ano. Pelo menos é o que aponta a proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) 2024 apresentada pelo governo catarinense. Consideradas as mais importantes do Estado, as pastas terão redução considerável na comparação com 2023, segundo levantamento apresentado pelo deputado estadual Fabiano da Luz. A LOA tramita na Assembleia Legislativa através do Projeto de Lei (PL) 385/2023 e será votada até o fim do ano.

O valor para Infraestrutura vai cair de R$ 2,5 bilhões para R$ 2,38 bilhões. A maior queda está no item Reabilitação e Aumento de Capacidade de Rodovias – Estrada Boa, que perdeu 17% do orçamento: de R$ 570 milhões para R$ 470 milhões.




FEISTOCK

O Centro de Eventos Promosul, em São Bento do Sul, abriu as portas na manhã desta quinta-feira, 9, para o início da 38ª edição da Feistock, a maior feira de móveis e decoração do Brasil. A solenidade oficial contou com a presença da deputada Paulinha (foto), do prefeito Tomazini e diversas lideranças regionais, marcando o início de quatro dias dedicados ao design e inovação no setor moveleiro.

Durante a abertura, Paulinha falou sobre o seu orgulho por participar de mais um capítulo da história de São Bento do Sul, destacando a sua ligação com o município. Além disso, reforçou o compromisso de buscar investimentos para o Planalto Norte catarinense.



NOVO E VELHO

O presidente do diretório do Novo em Blumenau, Edson José de Souza, e o promotor de Justiça aposentado Odair Tramontin estiveram nesta quarta-feira, 8, prestigiando a assinatura do acordo de aliança entre o Novo e o PSD para a eleição de prefeito e vice-prefeito em Joinville. Na maior cidade de Santa Catarina, o PSD vai apoiar o Novo em uma chapa pura, com Adriano Silva e Rejane Gambin.

Em Blumenau, Novo e PSD também conversam e já estão muito próximos de um acordo, embora ainda não esteja fechado. A grande possiblidade é ter uma chapa com Odair Tramontin do Novo para prefeito e Denise dos Santos, do PSD, para vice-prefeita. Outros partidos que têm convergência com as ideias do Novo e do PSD podem se juntar à aliança, como é o caso do União Brasil.

As lideranças dos partidos conversam e devem chegar em breve a um acordo final, entretanto não há pressa por nenhuma das partes. Em Canoinhas o Novo é praticamente inexistente, com apenas três filiados registrados na Justiça Eleitoral.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?