Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

quinta-feira, 20

de

junho

de

2024

ACESSE NO 

Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

Livro condenado por Bolsonaro no Jornal Nacional é encontrado em biblioteca de Canoinhas

Últimas Notícias

Vereadora Tatiane Carvalho filmou páginas da obra

MUNDOTECA

- Ads -

A vereadora Tatiane Carvalho (MDB) exibiu um vídeo na sessão desta terça-feira, 16, da Câmara, folheando dois livros disponibilizados na Mundoteca, projeto desenvolvido com recursos do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), via Lei Rouanet, com patrocínio da empresa WestRock, apoio da Prefeitura de Canoinhas e Três Barras, e realização da FGM Produções, Girassol Incentiva, Ministério da Cultura e Governo Federal. As obras Aparelho Sexual e Cia e As melhores do analista de Bagé trazem desenhos e textos de cunho sexual.

“Não se pode deixar a disposição da criança, existe o momento certo”, disse o vereador Osmar Oleskovicz (PSD) pedindo uma apuração. Mais tarde ele disse que o importante é retirar esses livros do acervo o mais rapidamente possível, sem macular a imagem do projeto, que é muito bom. Wilmar Sudoski (PSD) se disse chocado e Adilson Steidel (PL) culpou o governo do PT, embora o projeto Mundoteca tenha sido idealizado e implementado em 2019, durante o governo Jair Bolsonaro (PL). Na região, a primeira Mundoteca foi instalada em Três Barras em 2022. As duas Mundotecas de Canoinhas (na praça Oswaldo de Oliveira e em Marcílio Dias) foram instaladas no começo do ano passado.

Chico Mineiro (PL) chamou a questão de absurdo e que “criança ver esse tipo de conteúdo é um abuso” e defendeu punição a quem disponibilizou os livros.

Willian Godoy (PSD) disse que a situação em Canoinhas chama atenção para outras cidades do País, porque a Mundoteca é um projeto nacional. “A ideia é educar nossas crianças, não prejudicar o ensino delas”, disse afirmando que os livros podem estimular a gravidez precoce. Ele defendeu a incineração dos livros.

O presidente da Casa, Mauricio Zimmermann (PL), se mostrou escandalizado e aproveitou para politizar a questão citando o lema do ex-presidente Jair Bolsonaro como seu: “Deus, Pátria e Família. Nosso Estado é de direita e preserva a família”.

Um dos livros, Aparelho Sexual e Cia, é o mesmo que Bolsonaro mostrou em uma entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, durante a campanha de 2018. À época, ele afirmava que o livro estaria sendo distribuído pelo governo Dilma Rousseff (PT) nas escolas.






CONTEÚDO

A coluna fez uma rápida leitura dos dois livros citados pela vereadora.

Indicado para pré-adolescentes e adolescentes entre 11 e 15 anos de idade, Aparelho Sexual e Cia é um livro ilustrado que inicia falando sobre paixão e seus efeitos no corpo do adolescente, fala sobre o beijo, namoro e puberdade e as mudanças que ele provoca no corpo. Aborda gravidez, uso de absorvente, métodos contraceptivos, o ato sexual, o que é pedofilia, incesto etc, ressaltando que o adolescente tem total gerência sobre seu corpo. O livro pode ser lido na íntegra clicando aqui. Existem páginas ousadas, como as que estimulam o leitor a colocar o dedo no meio das pernas de um desenho para simular um pênis, mas de modo geral, a obra promove educação sexual de modo bem-humorado, a fim de atrair os adolescentes. Agora, sem sombra de dúvidas, não é um livro para crianças. Resta saber se alguma acessou o livro.

As melhores do Analista de Bagé é uma obra mais complicada. O livro que deu origem a obra presente na Mundoteca foi escrita por Luis Fernando Verissimo, um dos mais festejados escritores brasileiros, e nesta versão trata-se de um livro de quadrinhos com desenhos bem picantes e com muito pouco de educação sexual. É mais um livro de anedotas com cunho erótico que de fato não parece adequado para estar em um espaço basicamente frequentado por estudantes.






PROVIDÊNCIAS

A coluna conversou com a responsável pela Mundoteca. Ela disse que vai averiguar nesta quarta-feira, 17, se os livros citados pela vereadora constam na lista de obras disponibilizadas pelo projeto para então iniciar uma apuração de como essas obras ficaram disponibilizadas para qualquer frequentador do espaço.






SUMÁRIOS

Todos os vereadores que condenaram os livros, com exceção de Tatiane, mencionaram de tudo um pouco, menos a leitura que pudessem ter feito das obras. A ponderação mandaria, primeiramente, ler os livros para então julgá-los. Ou devo estar errado?







E CONTANDO…

Pela 1.125.658ª vez o vereador Willian Godoy (PSD) nos lembrou na sessão desta terça que ele é formado em ciências biológicas.







PRA ESCLARECER

O título da coluna de domingo foi interpretado por quem leu somente o título como uma constatação de que a prefeita tem R$ 40 milhões para investir. Como diz uma amiga, se o povo não entendeu é porque você não soube se fazer entender, julgo correto esclarecer que o título “Juliana Maciel tem R$ 40 milhões e não tem nada para investir” se refere aos pedidos de empréstimos feitos por ela ao Banco do Brasil (R$ 30 milhões) e ao Badesc (R$ 10 milhões). Os dois têm condições de sair, mas nenhum está na conta da prefeitura, então virtualmente Juliana Maciel Hoppe (PL) tem R$ 40 milhões, mas de fato não tem nada no momento. Pode vir, como pode não vir. Aliás, Juliana já dá por perdidos os R$ 30 milhões e aposta no pedido de R$ 10 milhões.






CADÊ O DINHEIRO?

Vereador Chico Mineiro (PL) fez um apelo por mais reconhecimento ao serviço da Associação dos Doadores de Sangue da Região de Canoinhas (Adosarec) e lembrou do malfadado ônibus destinado por meio de emenda que veio para a cidade por intermédio do deputado Carlos Chiodini (MDB) e que foi gasta pelo Município para outro fim.






MARTELO BATIDO

A Empresa passou a ocupar o prédio onde funcionava a Universidade do Contestado

A Epagri vai mesmo se mudar para o espaço da Universidade do Contestado (UNC) no distrito de Marcílio Dias. A nova estrutura será inaugurada na tarde desta quinta-feira, 18.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?