terça-feira, 28

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Fluminense marca no fim e arranca empate com o Coritiba

Últimas Notícias

- Ads -

Tricolor carioca segue perseguição ao G-6 e Coxa se complica no Z-4

 

FLUMINENSE X CORITIBA

 

Um gol do atacante Caio Paulista, aos 45 minutos do segundo tempo, salvou o Fluminense de uma derrota no Couto Pereira e evitou o que seria a segunda vitória seguida do Coritiba pela Série A do Campeonato Brasileiro. O empate por 3 a 3 nesta quarta-feira, 20, porém, não ajuda muito nem as pretensões do Coxa, nem as do Tricolor.

 

 

Os paranaenses foram a 26 pontos e assumiram a 18ª posição, que era do Goiás (que ainda joga pela 31ª rodada), por terem uma vitória a mais. O time de Curitiba segue na zona de rebaixamento. Os cariocas chegaram aos 47 pontos, em sétimo lugar, e continuam quatro pontos atrás do Grêmio, sexto colocado e último time na zona de classificação à Libertadores.

 

 

O Coritiba abre a 32ª rodada do Brasileirão no sábado, 23, às 19h (horário de Brasília), diante do São Paulo. No domingo, 24, o Fluminense tem o clássico contra o Botafogo em São Januário, no Rio de Janeiro, às 20h30.

 

 

 

 

COXA ABRE VANTAGEM

O Coritiba precisou de apenas dois minutos para abrir o placar. O meia Luiz Henrique dominou na intermediária, avançou sem marcação e soltou a bomba de fora da área, no canto direito do goleiro Marcos Felipe. Com mais posse de bola, o Fluminense tentou responder. Aos 14 minutos, o chute do atacante Lucca, da entrada da área, saiu à esquerda, rente ao gol alviverde. Cinco minutos depois, o lateral Calegari invadiu a área pela direita e chutou cruzado. O goleiro Wilson defendeu e a bola ainda foi no travessão.

 

 

Com as linhas avançadas atrás do empate, o Tricolor deu espaços e o Coxa aproveitou. Aos 32 minutos, o meia Hugo Moura lançou Natanael pela direita. O lateral disparou em velocidade, entrou na área e tocou na saída de Marcos Felipe, ampliando a vantagem do time da casa.

 

 

 

 

PROMESSA INICIA REAÇÃO

Após o intervalo, o técnico Marcão promoveu a estreia de John Kenedy. A jovem promessa tricolor não decepcionou. No 13º minuto em campo, o atacante de 18 anos aproveitou o rebote de Wilson em chute do meia Michel Araújo e mandou para as redes. Mesmo em meio a uma segunda etapa truncada, o Fluminense chegou ao segundo gol. Aos 26 minutos, o lateral Egídio levantou e o atacante Fred, de cabeça, deixou tudo igual.

 

 

O duelo seguiu com poucas chances, mas com os times aproveitando as oportunidades que apareciam. Aos 30 minutos, o atacante Robson finalizou de fora da área e recolocou o Coritiba à frente. Aos 45, dois atletas que saíram do banco salvaram o Fluminense: Caio Paulista (que entrou no lugar de Michel Araújo) recebeu do também atacante Wellington Silva (que substituiu Lucca) e chutou por baixo de Wilson, dando números finais ao jogo. Nos acréscimos, Caio e Robson foram expulsos.

 

 

GRÊMIO X ATLÉTICO – MG

 

O Grêmio e o Atlético Mineiro empataram em 1 a 1, na noite desta quarta-feira, 20, em partida válida pela 31ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Com o empate em Porto Alegre, o Galo perdeu a chance de tirar a vice-liderança do Internacional. O Atlético-MG segue em terceiro lugar na classificação geral, com 54 pontos, mas a rodada só termina nesta quinta-feira, 21. O Grêmio soma 51 pontos e também continua, provisoriamente, ocupando a sexta posição na tabela. Apesar do resultado, o Tricolor gaúcho manteve a invencibilidade em 16 jogos no Brasileirão, um recorde do time na história do torneio.

 

 

 

 

O Galo abriu o placar na Arena Grêmio com um gol de pênalti, convertido pelo meia Hyoran aos 31 minutos da primeira etapa. A infração foi bem marcada pelo árbitro Raphael Claus, depois de o lateral-esquerdo Guilherme Arana ter sido derrubado dentro da grande área. O Grêmio arrancou o empate aos 39 do segundo tempo. Mesmo sem jogar bem, o atacante Everton mandou para o fundo da rede depois de boa jogada protagonizada por Ferreira.

 

 

O próximo compromisso do Atlético-MG será contra o Vasco, em São Januário, no sábado, 23. Já o Triolor gaúcho terá pela frente o clássico Gre-Nal, fora de casa, no domingo (24), no Beira-Rio.

 

 

BAHIA X ATHLETICO – PR

 

O Bahia voltou a vencer pela Série A do Campeonato Brasileiro após dois meses de jejum. Nesta quarta-feira (20), o Tricolor de Aço superou o Athletico-PR por 1 a 0 na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 31ª rodada da competição. A equipe dirigida por Dado Cavalcanti encerrou uma sequência de oito jogos sem vitórias (sete derrotas e um empate).

 

 

O resultado tirou, ao menos até quinta-feira, 21, o Bahia da zona de rebaixamento (Z4). Os baianos subiram da 17ª para a 15ª posição com os mesmos 32 pontos de Vasco, 16º, e Fortaleza, 17º, ficando à frente dos rivais pelo número de vitórias. O Tricolor se manterá fora do Z-4 se o Cruzmaltino ou o Leão do Pici perderem, respectivamente, para Red Bull Bragantino e Santos.

 

 

O Athletico teve interrompida uma invencibilidade de cinco partidas e perdeu a chance de se aproximar das primeiras colocações. O Furacão é o décimo colocado, com 39 pontos, mas pode cair até duas posições na sequência da rodada, se o Bragantino superar o Vasco e o Ceará bater o Goiás.

 

 

 

 

O chute cruzado do lateral Nino Paraíba, que o goleiro Santos mandou para escanteio, foi o lance mais claro de gol do primeiro tempo. Os 45 minutos iniciais foram de muito equilíbrio. Apesar de ter a bola por mais tempo (55% de posse, de acordo com as estatísticas do Sofascore) e trocar quase o dobro de passes (249 contra 195), o Athletico teve dificuldades para entrar na área do Bahia – curiosamente, o time com a defesa mais vazada do Brasileiro, com 51 gols sofridos.

 

 

No segundo tempo, o Furacão seguiu com problemas para se aproximar da área tricolor e começou a dar mais espaços. O time da casa aproveitou. Aos 19 minutos, o volante Gregore lançou Rossi, que tinha acabado de entrar em campo. Ele invadiu a área pela direita e cruzou rasteiro. O também atacante Thiago Andrade, de carrinho, mandou para as redes e marcou o primeiro gol dele como profissional.

 

 

O gol animou a equipe baiana, que quase ampliou aos 29 minutos, com o próprio Thiago Andrade, que, na cara de Santos, finalizou por cima do gol após um escanteio batido pelo meia Rodriguinho. Satisfeito com a vantagem, o Bahia passou a administrar a tentativa desordenada de pressão do Athletico, que não conseguiu assustar o goleiro Douglas até o apito final.

 

 

Os dois times voltam a campo no domingo, 24. O Athletico-PR recebe o Flamengo na Arena da Baixada, em Curitiba, às 16h (horário de Brasília). Já o Bahia visita o Sport na Ilha do Retiro, em Recife, às 18h15. Os duelos valem pela 32ª rodada do Brasileirão.

 

 

BOTAFOGO X ATLÉTICO – GO

 

Lanterna da Série A do Campeonato Basileiiro, o Botafogo perdeu de virada por 3 a 1 para o Atlético Goianiense na tarde desta quarta-feira (20), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O Alvinegro carioca segue em último lugar na classificação geral, com apenas 23 pontos, e já soma 12 derrotas nos últimos 13 jogos. Enquanto isso, o time goiano subiu para a 13ª posição, chegou aos 39 pontos, e passou a lutar por uma vaga na próxima Copa Sul-Americana.

 

 

No primeiro tempo foram poucas as chances de gol. Cada time teve uma oportunidade clara. Aos 24 minutos, o meia Wellington Rato desviou com a coxa um cruzamento da direita e mandou para fora do gol do Botafogo. Aos 36, o zagueiro Marcelo Benevenuto subiu muito e cabeçou após o escanteio, obrigando o goleiro Jean a salvar o Dragão.

 

 

 

 

Na etapa final, o atacante Babi forçou o goleiro Jean a fazer mais um milagre, aos oitos minutos, com um chute à queima roupa.E foi o próprio Babi, aos 17 minutos, que abriu o placar para o Glorioso no Engenhão, após aproveitar um contra-ataque rápido e, no rebote do goleiro Jean, mandar a bomba para o fundo do gol. Só que a vantagem carioca durou muito pouco. Três minuto depois, o atacante Danilo Gomes recebeu livre quase na marca do pênalti e deixou tudo igual com um chutaço. Aos 33, veio a virada. Depois do cruzamento da direita, o centroavante Zé Roberto chegou antes da zaga para balançar a rede do goleiro Diego Loureiro. Aos 46, saiu o gol que sacramentou a vitória dos goianos: o atacante Vitor recebeu de Janderson e fez o terceiro.

 

 

O próximo compromisso do Botafogo será o clássico regional contra o Fluminense, no domingo, 24, em São Januário, no Rio de Janeiro. O Tricolor será o mandatário da partida válida pela 32ª rodada da Série A. Também no domingo, 24, o Atlético-GO recebe o Fortaleza, no estádio Antonio Accioly, em Goiânia.

 

 

Acompanhe aqui a tabela da Série A do Campeonato Brasileiro