terça-feira, 28

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Flamengo vence Palmeiras e segue na luta pelo título

Últimas Notícias

- Ads -

Rubro-Negro se impõe em campo e derrota adversário direto por 2 a 0

 

No duelo para saber quem ia perseguir Internacional e São Paulo na disputa do título, deu Flamengo. O Rubro-negro derrotou o Palmeiras por 2 a 0 nesta quinta-feira, 21, no estádio Mané Garrincha, chegou à terceira posição, com 55 pontos, e depende apenas dos seus resultados para conquistar o Campeonato Brasileiro. O Verdão permanece na quinta colocação, com 51 pontos e se distanciou da liderança.

 

 

 

 

O JOGO

A primeira chegada foi do Palmeiras. Aos três minutos, Viña recebeu pela esquerda nas costas de Isla, avançou e passou para William, que, dentro da pequena área, perdeu grande chance e chutou para fora. O Flamengo respondeu dois minutos depois com um belo lance de Arrascaeta. Isla tentou lançamento na área, a bola desviou na zaga e sobrou para o uruguaio, que emendou uma bicicleta. O goleiro Weverton fez grande defesa e salvou o Verdão.

 

 

Depois dos sustos, o Rubro-negro passou a dominar a partida, mas perdia muitas chances. Aos 11 minutos, Gabigol entrou sozinho na área, mas tentou o passe quando a melhor opção era o chute. Dois minutos depois, o camisa 9 aproveitou sobra na entrada da área e finalizou por cima do gol. Quem também desperdiçou oportunidade foi Everton Ribeiro, aos 28 minutos, que disparou da entrada da grande área, mas a bola passou à esquerda de Weverton.

 

 

O Palmeiras só respondeu aos 39 minutos, em contra-ataque com Danilo, mas a finalização não levou perigo. No fim da primeira etapa, o Flamengo chegou ao gol. O Rubro-negro pressionou a saída de bola e Everton Ribeiro subiu pela esquerda. A zaga tentou cortar e a bola sobrou para Bruno Henrique. O camisa 27 tocou para Arrascaeta, que deu um leve toque. A bola passou entre as pernas de Weverton. Na tentativa de afastar, Kuscevic chutou em cima de Luan, que mesmo “sem querer”, fez gol contra.

 

 

 

 

Precisando empatar, o Palmeiras partiu para cima no início do segundo tempo. Aos nove minutos, Raphael Veiga fez bela jogada pela esquerda e cruzou. A bola sobrou para Gabriel Menino, que, sozinho, na marca do pênalti, chutou de perna direita para fora, perdendo a melhor oportunidade do Verdão no jogo.

 

 

O Flamengo respondeu aos 11 minutos. Gabigol recebeu lançamento e chutou cruzado para grande defesa de Weverton. A arbitragem marcou impedimento, que não existiu. O Rubro-negro quase ampliou aos 27 minutos. Cobrança de falta pela esquerda e Gustavo Henrique apareceu sem marcação dentro da área para cabecear, mas acabou mandando para fora.

 

 

Mesmo atrás no placar, o Palmeiras não assustava o goleiro Hugo Souza. Na defesa, errava muito e cedia oportunidade ao Flamengo. Aos 35 minutos, Gustavo Scarpa saiu jogando errado e entregou para Bruno Henrique. Ele arriscou e Weverton salvou. Na cobrança de escanteio, o time carioca definiu a vitória. Cabeçada de Gustavo Henrique, a bola tocou em Pedro e sobrou para Pepê fuzilar o gol do Verdão.

 

 

 

 

Na próxima rodada, o Flamengo enfrenta o Athletico-PR domingo, 24, às 16h, na Arena da Baixada. No mesmo dia, também às 16h, o Palmeiras pega o Ceará, no Castelão.

 

 

FORTALEZA X SANTOS

Mais preocupado com a final da Libertadores (no dia 30 de janeiro contra o Palmeiras) o Santos mandou ao estádio do Castelão uma equipe repleta de reservas. Mas o Fortaleza não tinha nada com isso e venceu para se afastar da zona perigosa da classificação.

 

 

 

 

Após um primeiro tempo sem gols, no qual o lance de maior emoção foi a cobrança de pênalti de Jean Mota defendido por Felipe Alves, o Leão de Pici balançou a rede adversária em duas oportunidades na etapa final.

 

 

Primeiro, em gol em cobrança de pênalti de Juninho, aos 2 minutos, e depois com toque de cobertura do artilheiro Wellington Paulista aos 20 minutos. A derrota deixou o Peixe na 8ª posição com 45 pontos.

 

 

CEARÁ X GOIÁS

Quem também triunfou, e com folga, foi o Ceará, que goleou o Goiás por 4 a 0 no estádio da Serrinha.

 

 

 

 

E o grande destaque da partida foi o meia Vina, que marcou dois gols e deu duas assistências, para Lima e Fernando Sobral.

 

 

Para o Esmeraldino, o revés representou a permanência na penúltima posição da classificação com 26 pontos.

 

 

CORINTHIANS X SPORT

Sem muita dificuldade, o Corinthians venceu o Sport por 3 a 0 nesta quinta-feira, 21, na Neo Química Arena, chegou a 45 pontos e assumiu a oitava posição no Campeonato Brasileiro. O Leão da Ilha sofreu a quarta derrota consecutiva e ocupa a 16ª colocação, com 32 pontos, mesma pontuação do Vasco, que abre a zona do rebaixamento.

 

 

 

 

O JOGO

O primeiro tempo foi marcado pelo domínio do Corinthians, enquanto o Sport tentava surpreender em contra-ataques. O Timão chegou logo aos dois minutos, Bruno Méndez cabeceou fraco após cruzamento de Mosquito. Aos 20 minutos, o árbitro Anderson Daronco marcou recuo de bola de Maidana para o goleiro Luan Polli. Apesar da reclamação do Sport, a falta foi confirmada. Na cobrança, Camacho acertou a barreira.

 

 

A melhor oportunidade do Leão da Ilha foi aos 23 minutos. Thiago Neves lançou Dalberto, que ficou cara a cara com Cássio, mas finalizou para fora. A arbitragem assinalou impedimento duvidoso. O Corinthians respondeu em um erro de Raul Prata. O lateral-direito escorregou e Gustavo Mosquito recuperou a bola. Ele entrou na área e, de frente para Luan Polli, bateu fraquinho, praticamente recuando para o goleiro.

 

 

Na segunda oportunidade, Gustavo Mosquito não desperdiçou. Mateus Vital fez a jogada pelo meio e passou para Cazares. O equatoriano encontrou o camisa 19, que tocou na saída do goleiro para abrir o placar. No fim da primeira etapa, Camacho arriscou chute de fora da área, obrigando Luan Polli a fazer grande defesa.

 

 

O segundo tempo começou com gol do Corinthians. Com um minuto de jogo, Mateus Vital se esticou todo para evitar um lateral, a bola sobrou para Maidana. O jogador do Sport errou, e Mateus Vital recuperou a bola. O camisa 22 avançou e chutou colocado, de perna direita, no canto esquerdo de Luan Polli. Foi o terceiro gol nos últimos quatro jogos do meio-campista, o quarto dele na temporada.

 

 

O Sport respondeu aos sete minutos, com Patrick. Ele arriscou de longe, soltando uma bomba, mas Cássio espalmou. No minuto seguinte, Thiago Neves também finalizou de fora da área, só que mandou para fora.

 

 

O Timão desperdiçou a oportunidade de fazer o terceiro, novamente com Mateus Vital, aos 18 minutos. Cazares recebeu de Fágner e passou para o camisa 22. Ele bateu de primeira, obrigando Luan Polli a fazer grande defesa.

 

 

A melhor chance do Leão da Ilha veio aos 28 minutos. Depois de saída errada do Corinthians, Bruninho recebeu pela esquerda e chutou forte para Cássio salvar. Como a bola do Sport não entrou, o Corinthians marcou o terceiro. Aos 34 minutos, Fágner encontrou Jô na área. O atacante bateu de primeira e Luan Polli rebateu. Na sobra, Jô concluiu para ampliar a vantagem e fechar o placar.

 

 

Na próxima rodada, o Sport recebe o Bahia, domingo, 24, às 18h15, na Ilha do Retiro. O Corinthians pega o Bragantino, na segunda-feira, 25, às 20h, na Neo Química Arena.

 

 

Veja a classificação da Série A do Brasileiro.