domingo, 14

de

abril

de

2024

ACESSE NO 

Estado afasta diretor e duas assessoras de escola de Irineópolis

Imagem:GSV

Últimas Notícias

- Ads -

Motivo seria prática de assédio moral

- Ads -

A Secretaria de Estado da Educação afastou por 60 dias o diretor da Escola de Educação Básica Horácio Nunes, de Irineópolis, Gilvane Bueno, e mais duas assessoras de direção. As portarias com os afastamentos foram publicadas na terça-feira, 10.

Segundo a coordenadora regional de Educação, Cleide Gonçalves, trata-se de um caso de assédio moral, que levou a abertura de um processo administrativo contra Gilvane e as duas assessoras. “Quando se pede o afastamento de um profissional é justamente para proteger ele, para resguardá-lo, não para puni-lo, tanto que eles mantêm a remuneração. Inclusive eles podem voltar (ao fim do procedimento)”, explica.

O diretor disse à reportagem que foi comunicado na quarta-feira, 11, do afastamento e que, até o momento, não sabe exatamente o motivo. Ele destaca o apoio que vem recebendo de pais de alunos, que são contrários a seu afastamento.

Um abaixo assinado online foi criado por apoiadores da direção pedindo o retorno do diretor. Até a tarde desta sexta-feira, 13, o documento tinha 611 assinaturas.



AFASTADOS

O afastamento de Gilvane coincide com o afastamento do diretor do Centro de Educação Profissionalizante Vidal Ramos, de Canoinhas. João Carlos Martins, foi afastado do cargo pela Secretaria de Estado da Educação na semana passada.

A queda do diretor veio depois de uma denúncia de assédio sexual, publicada no JMais na semana passada, estopim de uma situação que vinha se agravando há meses.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?