sexta-feira, 1

de

julho

de

2022

ACESSE NO 

Denunciados da 7ª fase da Et Pater Filium têm pedidos de revogação de prisão negados pelo TJSC

Últimas Notícias

- Ads -

Beto Passos teve, ainda, negado pedido para receber atendimento médico externo

NEGADOS

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) negou praticamente em uma só canetada todos os pedidos de revogação de prisão preventiva impetrados pelos advogados de defesa dos denunciados presos na sétima fase da Operação Et Pater Filium. Entre os pedidos negados, a coluna apurou que estão os do ex-prefeito Beto Passos, do vice-prefeito Renato Pike e da ex-servidora da Secretaria de Obras, Amanda Suchara. Havia outros pedidos, contudo, que foram igualmente negados.

Os pedidos corriam paralelos aos pedidos de habeas corpus, que seguem tramitando no Superior Tribunal de Justiça (STJ) sob análise da ministra Laurita Vaz. Até agora, somente Beto Passos teve o pedido de liberdade negado nesta instância. Os demais (de Pike, Marcio Passos, Adoniram Gurtinski Borba Fernandes e Joziel Dembinski) seguem em análise.

Beto Passos teve, ainda, negado pedido de atendimento médico por parte de um profissional indicado pela família. O pedido foi negado por falta de descrição do motivo que justificasse a necessidade de um médico particular no Presídio de Joinville, onde ele está detido.


REGISTRO

O único denunciado confesso da Et Pater Filium até agora é o prefeito de Bela Vista do Toldo, Adelmo Alberti (PSL). Mesmo assim, a Câmara de Vereadores ignora totalmente a situação e finge estar em Nárnia. Se deixar a cadeia antes de dezembro de 2024, pelos vereadores, pode voltar a comandar o Município como se nada tivesse acontecido.


EM BUSCA DE ORIENTAÇÕES

Divulgação

O prefeito em exercício Willian Godoy esteve na terça-feira, 3, em Florianópolis, buscando orientação junto ao Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina.

Os secretários de Administração, Diego Alves, e de Obras, Edmilson Verka, integraram a comitiva. “Conseguimos agenda com o conselheiro presidente do tribunal Adircelio de Moraes Ferreira Junior. Apresentamos alguns problemas identificados neste primeiro mês e solicitamos auxílio da equipe técnica para encontrar as soluções mais eficientes, sem prejuízo da legalidade dos processos”, completa Alves.

A comitiva cumpriu agenda também junto ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) a fim de tratar sobre o desenvolvimento sustentável do município.


DOIS MESES

Arquivo

A foto acima foi feita há dois meses. Na ocasião, ao lado do ministro Onyx Lorenzoni e do presidente do INSS, o então prefeito Beto Passos assegurou que o INSS de Canoinhas voltaria a ter médico perito em semanas. Dois meses depois a cidade não só não tem perito como os servidores da repartição estão em greve.

COMISSÃO

Falando em efemérides, nesta quinta completa-se um mês de instalação da comissão instalada na Câmara de Canoinhas para investigar a conduta do vice-prefeito Renato Pike (PL). Até agora só aconteceu uma reunião.


CONJECTURAS

Um rojão amigo saiu do MDB assegurando que Antidio Luneli não seria mais o candidato a governador pelo partido. Logo o ex-prefeito de Jaraguá do Sul negou a informação. Na teoria divulgada na imprensa, o MDB indicaria um segundo nome para a vice de Carlos Moisés (Republicanos).


CONJECTURAS 2

Fabricio Oliveira, prefeito de Balneário Camboriu, foi convidado por Carlos Moisés para coordenar sua campanha. Ficou de avaliar.



     

CONJECTURAS 3

Raimundo Colombo parece mesmo propenso a tentar, mais uma vez, uma vaga no Senado.