sábado, 24

de

fevereiro

de

2024

ACESSE NO 

Câmara de Três Barras arquiva processo de impeachment de Shimoguiri

Últimas Notícias

- Ads -

Ex-prefeito renunciou na semana passada

- Ads -

A Câmara de Vereadores de Três Barras votou na noite desta segunda-feira, 4, o relatório da comissão processante que vinha analisando a denúncia feita pelo vereador Willian Machado de Lima (Cidadania) contra Luiz Shimoguiri (PSD), que renunciou ao cargo de prefeito da cidade na semana passada. A aprovação pelo arquivamento foi unânime.

O relatório final constatou que, com a renúncia de Shimoguiri, a comissão perde o objeto. Os vereadores não mencionaram, contudo, que caso a conclusão da comissão fosse pela cassação do mandato, Shimoguiri perderia os direitos políticos pelos próximos oito anos, o que não acontece com a renúncia.

Membro da comissão, a vereadora Josi Gazaniga (MDB) fez um discurso contundente clamando pela moralização da política, apelando aos eleitores que reflitam muito antes de decidir seus votos na próxima eleição. “Espero que tudo isso tenha servido para uma reflexão para todos nós e todos os outros enquanto políticos e também para a sociedade. Foram dias difíceis, recebemos inúmeras mensagens. Ano que vem é ano político. Que isso sirva de reflexão para os políticos, que sua função é servir e não se servir. E para a população, que isso traga maturidade política. Muito fácil chamar (o político) de corrupto, mas na época de campanha, o eleitor que se troca por areia, por favores, para isso damos que nome? Diante disso, espero que realmente todos reflitam e que a eleição de 2024 seja muito bem pensada, tanto pelos políticos como pelos eleitores”.


PRESO

Shimoguiri está preso desde 27 de abril em Joinville. Ele é acusado de favorecer a Serrana Engenharia nos processos licitatórios para coleta e destinação de lixo e gestão da água no Município.

Há duas semanas, Shimoguiri se tornou réu na Mensageiro, considerando que o Tribunal de Justiça aceitou a denúncia oferecida pelo Ministério Público. Como Shimoguiri renunciou, perde prerrogativa de foro e, com isso, seu processo foi remetido para a Vara Criminal da comarca de Canoinhas.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?