Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

domingo, 26

de

maio

de

2024

ACESSE NO 

Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

Acusados da morte de jovem agredido em festa vão a júri nesta quinta em São Mateus do Sul

Últimas Notícias

Bruno Kanigyan Mendes Alves tinha 26 anos

- Ads -

O caso do assassinato de Bruno Kanigyan Mendes Alves, de 26 anos, que morreu no dia 13 de outubro de 2021, após ser agredido em uma chácara no dia 10 de outubro de 2021, deve ir à Júri Popular nesta quinta-feira, 18, em São Mateus do Sul.

Os acusados foram denunciados para suposta prática dos crimes de homicídio qualificado consumado, previsto no artigo 121, §2º, incisos II, III e IV do Código Penal, sendo as qualificadoras assim descritas: motivo fútil, meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima.

Na época, a família disse à reportagem da RDX FM que o rapaz chegou a ser encaminhado ao Pronto Atendimento Municipal, mas não sabiam quem teria o agredido, e nem quem o encaminhou ao P.A.

Em novembro de 2021, o delegado Sérgio Luiz Alves, responsável pelo caso, informou que dois adultos foram indiciados por homicídio qualificado e corrupção de menores e um menor de idade responde por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado.

Segundo o delegado, vídeos que foram gravados e compartilhados nas redes sociais do local do crime foram fundamentais para a elucidação da investigação. O inquérito foi encaminhado para a Justiça e Ministério Público que seguirão com a tramitação. Alves também ouviu testemunhas que informaram os motivos que levaram a agressão e posterior morte do rapaz.

“Segundo as pessoas ouvidas, três que estavam próximas [do momento da agressão], afirmaram que em um determinado momento um dos rapazes envolvidos teria passado o sapato na calça do Bruno e ele teria se incomodado. Com isso iniciou uma discussão e ali houve uma agressão de parte a parte, só que os outros dois envolvidos acabaram tomando parte na briga em favor do agressor e acabaram o espancando. Mesmo depois de caído, espancaram novamente vítima”, disse o delegado durante a entrevista.

Já em novembro de 2022, Dr. Igor José Ogar falou em entrevista na RDX sobre o processo. Segundo o defensor, o jovem foi convidado para ir a uma festa naquela data, quando foi assassinado por três pessoas, dois adultos e um adolescente, que juntos, teriam matado o rapaz a pauladas, garrafadas, socos e pontapés.

A mãe da vítima, Marcia Mendes, fez um desabafo sobre o caso na manhã desta quinta-feira, 18, afirmando que aguarda com precisão, a conclusão do caso e pediu justiça pela morte do filho.



O CRIME

Bruno Mendes foi agredido na madrugada do dia 10 de outubro, um domingo, enquanto participava de uma festa em uma chácara próximo à Vila Bom Jesus, em São Mateus do Sul. As agressões teriam ocorrido pela madrugada, mas foi levado ao Pronto Atendimento Municipal somente às 13h daquele dia. Com a gravidade dos ferimentos, ele chegou a ser transferido com suspeita de morte cerebral ao Hospital Regional, em União da Vitória, porém acabou não resistindo, e entrou em óbito no dia 13 de outubro.

Em novembro de 2021, a Polícia Civil concluiu o inquérito policial da morte de Bruno, indiciando dois adultos por homicídio qualificado e corrupção de menores, e um menor de idade que responde por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?