segunda-feira, 15

de

agosto

de

2022

ACESSE NO 

TERÇA, 5/7: Prefeitos vão à Brasília contra a ‘PEC Kamikaze’ e maioria de apurações sobre assédio termina impune

Últimas Notícias

- Ads -

5 de julho de 2022

Dois em cada três processos de investigação por assédio sexual na administração pública federal terminaram sem qualquer penalidade, segundo dados fornecidos pela CGU (Controladoria-Geral da União) a pedido da Folha de S.Paulo.

De 2008 até junho de 2022, foram instaurados 905 processos correcionais para apurar casos de assédio sexual, dos quais 633 foram concluídos e outros 272 ainda estão em andamento.

Entre as investigações já finalizadas, 432 chegaram ao fim sem punição, o que representa 65,7% do total. As demais resultaram em advertência (41), suspensão (90) ou demissão (95) do agressor.

Folha de S.Paulo

O Estado de S.Paulo

O Globo