sábado, 24

de

fevereiro

de

2024

ACESSE NO 

Tá liberado? Veja os pontos onde ainda há alagamentos em Canoinhas e Três Barras

Últimas Notícias

- Ads -

Sol dos últimos dias fez o nível dos rios recuar

- Ads -

A manhã de sábado, 11, trouxe boas notícias para quem se viu impedido de transitar em determinadas ruas e acessos de Canoinhas e Três Barras devido às cheias dos rios Canoinha e Negro. Ainda há pontos de alagamento, mas eles diminuíram substancialmente.

Em Canoinhas, na manhã deste sábado, a água que estava sobre a pista nas ruas André Pangratz, Eugênio de Souza e Getúlio Vargas recuou e, apesar de a Defesa Civil ainda manter cones nestes trechos, já há veículos transitando porque a água voltou ao rio quase que na totalidade.

Rua Eugênio de Souza está liberada

O arroio Monjolo, na rua José Boiteux, segue fora do leito e impede o trânsito nos trechos mais próximos do rio Canoinhas. A rua Guilherme Prust, que dá acesso à avenida Expedicionários, foi liberada na tarde desta sexta-feira, 10.

O acesso de Canoinhas a Três Barras pela avenida Abrahão Mussi (veja vídeo acima) tem uma lâmina de água de pelo menos 10 centímetros, mas veículos passam normalmente pelo trecho, embora a Defesa Civil informe que não há liberação oficial do trecho. Se o nível seguir baixando, a expectativa é de que o trecho seja oficialmente liberado somente na próxima semana. A Defesa Civil alerta para os riscos provocados para os próprios veículos com o assoalho do carro tendo contato com a água. Há, ainda, o prejuízo às casas e comércios da avenida, que a cada vez que um carro passa, acabam sendo atingidos por mais água.

Acesso de Três Barras a São Mateus do Sul estava interditado

O acesso de Três Barras a São Mateus do Sul foi parcialmente liberado neste sábado a tarde.
A autorização ocorreu após vistoria realizada pela secretaria municipal da Defesa Civil e pela Polícia Militar. Como há ainda um pouco de água sobre a pista da rua Pedro Flores e também muitos buracos abertos pela enchente, a passagem está autorizada apenas para veículos leves e em meia-pista. A orientação, no entanto, é para que os motoristas realizem a travessia em velocidade reduzida. O desbloqueio parcial da Pedro Flores ocorre num momento em que houve recuo das áreas alagadas no bairro Jardim Rio Negro, muito devido à baixa do rio Negro. Já o trânsito de caminhões continua proibido em razão do ponto de alagamento que ainda há no entroncamento entre a rua Lumber e a avenida Vereador José Nunes Cavalheiro, local que liga a região central ao contorno rodoviário da cidade.



NÍVEIS DOS RIOS

O nível do rio Canoinhas na manhã deste sábado, 11, está em 7,60 metros. Segundo as autoridades, quando este nível chega a 6 metros é porque o rio está voltando a seu leito normal.

Já o rio Negro está com 8,09 metros de cheia. Segundo aponta medição da Copel, o nível vem caindo consideravelmente. Nas últimas 24 horas, o nível baixou 15 centímetros.

Em Canoinhas, 30 pessoas seguem em abrigo do Município. Em Três Barras, ainda há 450 pessoas fora de casa.



PREVISÃO DO TEMPO

A manhã deste sábado, 11, conta com tempo aberto e predomínio do sol no Grande Oeste e em parte dos planaltos, já na metade leste do estado o tempo está nublado e intercala com momentos em que o sol aparece. No momento as temperaturas variam entre 24 e 31°C no Grande Oeste e marcam entre 19 e 27°C no restante do estado. Os ventos predominam de quadrante norte por SC com intensidade fraca a moderada, com rajadas entre 35 e 55 km/h no Grande Oeste, variando entre 70 e 100 km/h nos pontos mais altos do Planalto e Litoral Sul, com risco baixo a pontualmente moderado para ocorrências associadas aos ventos. Nas próximas horas, não há mudanças significativas nas condições de tempo, além de ocorrência de chuva entre o final da manhã e início da tarde principalmente no Litoral Sul, Planalto Sul, na Grd. Florianópolis e no Alto e Médio Vale do Itajaí, representando risco baixo a pontualmente moderado para ocorrências associadas. 

O domingo, 12, também deve iniciar ensolarado em Santa Catarina, mas a presença de instabilidades atmosféricas, calor e umidade fazem com que haja formação de nebulosidade conforme as temperaturas vão se elevando. Entre a tarde e à noite, há condição para o desenvolvimento de temporais isolados em todas as regiões do estado, especialmente no Planalto Sul, Litoral Sul e Grande Florianópolis. O risco é baixo a moderado para ocorrências como destelhamentos, danos na rede elétrica, queda de galhos e árvores e alagamentos pontuais. O calor intenso segue sendo observado no estado, principalmente no Grande Oeste, Vale do Itajaí e norte catarinense, onde as máximas variam entre 32°C e 38°C. 

Na segunda-feira, 13, o dia começa com sol, mas há aumento de nebulosidade em relação ao final de semana. O processo de formação de uma frente fria traz instabilidades para a região, e favorecem o retorno das chuvas de forma mais abrangente no estado, em especial nas áreas de divisa com o Rio Grande do Sul, nestas áreas não se descarta a ocorrência de tempestades com raios, rajadas de vento e queda de granizo. O risco é moderado para ocorrências associadas aos temporais. Com a presença da chuva e da maior cobertura de nuvens, as temperaturas não sobem tanto quanto os últimos dias, mas permanece a sensação de abafamento nas primeiras horas da tarde, com temperaturas por volta dos 30°C nas áreas ao norte de SC.

Entre a terça, 14, e a quarta-feira, 15, o avanço de uma frente fria, em combinação com o calor e umidade da região norte do Brasil, deixa o tempo instável na região. Esta condição favorece a formação de temporais acompanhados de chuva intensa, raios, rajadas de vento e granizo, principalmente no Grande Oeste e áreas de divisa com o RS. Nas demais regiões a chuva é menos abrangente, mas ainda há possibilidade de temporais isolados. Com a presença da chuva e da maior cobertura de nuvens, as temperaturas ficam mais amenas comparadas aos dias anteriores. 

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?