Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

sábado, 15

de

junho

de

2024

ACESSE NO 

Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

Suspeito de matar pai e madrasta em Porto União é denunciado por latrocínio

Últimas Notícias

Polícia Civil confirmou que Marcelo Lerner sacou quase R$ 17 mil em contas bancárias de seu pai

- Ads -

O suspeito de ter assassinado e enterrado os corpos do próprio pai e da madrasta nos fundos do terreno que era de propriedade deles, em Porto União, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado de Santa Catarina (MPSC) pelo crime de latrocínio. Marcelo Lerner foi preso no dia 26 de outubro, assim que os corpos do casal de idosos foram descobertos em sacos plásticos e enterrados na localidade

As informações são da Polícia Civil de Porto União, que está à frente do caso. De acordo com o delegado Eduardo de Mendonça, foram descartadas as suspeitas anteriores de que Marcelo poderia ter agido em conluio com algum cúmplice. Informações oficiais são de que o homem agiu sozinho durante o assassinato de Ivo Romano Lerner e Ana Rita Zanella, respectivamente seu pai e sua madrasta.

Outra informação atualizada sobre o caso, fornecida pelo delegado Eduardo de Mendonça, é que as autoridades confirmaram que Marcelo movimentou contas bancárias dos idosos. Ainda durante o início das investigações, a Polícia Civil já havia confirmado que Marcelo realizou compras com cartões bancários de seu pai, devido ao fato de que câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais registraram tais ações. A confirmação atual é de que também ele foi o responsável por realizar saques das contas bancárias, em valores que chegavam a cerca de R$ 17 mil.

No momento em que Marcelo foi preso preventivamente, foram encontrados com ele uma passagem para São Paulo e a quantia de R$ 3 mil em dinheiro.



RELEMBRE O CASO

Depois da descoberta dos corpos do casal Ivo Romano Lerner, de 63 anos, e Rita Zanelle, de 68 anos, envoltos em uma lona plástica na propriedade onde residiam em São José do Maratá, interior de Porto União, os corpos foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal (IML).

Na tarde daquela quinta-feira, 26, a Polícia Militar divulgou detalhes do que foi encontrado no local. Marcelo Lerner, filho de Ivo, foi preso na manhã do mesmo dia, suspeito de ser o executor dos crimes. Rita era sua madrasta. Até o momento, Marcelo nega os crimes.

Segundo a Polícia, familiares comentaram que o casal de idosos estava desaparecido desde o domingo, 22. Na terça-feira, 24, um boletim de ocorrência de desaparecimento foi registrado. Assim, os próprios parentes e vizinhos foram até a casa do casal e começaram a investigar o motivo de terem sumido. Foram encontrados vestígios de sangue no banheiro. Já no quarto do casal, foram encontrados pertences dos idosos como óculos e bengalas. No quintal havia um colchão queimado.

Dias antes, vizinhos verificaram que o filho de Ivo pegou um trator Valtra e começou a arar a terra atrás da propriedade. Um dos vizinhos também viu ele com uma pá.



PUBLICAÇÕES DE MARCELO

Em uma publicação em seu perfil na rede social Facebook, Marcelo desejou feliz Dia dos Pais a Ivo, alegando saber que a relação dos dois pode não ter sido sempre harmoniosa, mas que ele amava a vítima.

Em outra publicação, em setembro de 2021, Marcelo compartilhou a foto do personagem Hannibal Lecter, psicopata canibal retratado no filme O Silêncio dos Inocentes, com a seguinte frase: “Quando a comida acabar, ainda teremos uns aos outros”.

Já em novembro de 2022, Marcelo compartilhou a foto do ator Evan Peters caracterizado como o assassino da série Dahmer, que também cometeu crimes de assassinato e canibalismo, com a mesma frase e o adendo “não se esqueçam”. Dahmer, ao contrário de Lecter, de fato existiu.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?