domingo, 19

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

SC confirma três casos importados da variante brasileira do coronavírus

Últimas Notícias

- Ads -

Casos foram detectados em pacientes transferidos de Manaus

 

 

Três novos casos de covid-19 pela variante brasileira P.1 do Vírus SARS-CoV-2, circulante no estado do Amazonas, foram confirmados pela Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES/SC) neste sábado, 27 de fevereiro. Tratam-se de três pacientes, sendo duas mulheres, de 42 e 40 anos e um homem, de 48 anos, todos residentes em Manaus (AM), que haviam sido transferidos de Manaus para Santa Catarina na madrugada de 31 de janeiro.

 

 

 

Segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC), os pacientes foram internados no Hospital Nereu Ramos, em Florianópolis. As duas mulheres já tiveram alta hospitalar e retornaram para Manaus. O homem continua internado no Hospital Nereu Ramos, sem previsão de alta. A direção do Hospital ressalta que todas as medidas de biossegurança foram tomadas desde o momento em que os pacientes chegaram a Santa Catarina. O grupo permaneceu em isolamento no hospital e não há risco de transmissão.

 

 

 

Os casos foram confirmados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (Lacen/SC), no dia 31 de janeiro, que encaminhou a amostra para o laboratório de referência nacional para Santa Catarina, Fiocruz/RJ, realizar o sequenciamento genético que identificou a variante P.1. Esse procedimento segue a rotina estabelecido pelo Ministério da Saúde que implementou a Rede Nacional de Sequenciamento Genético, para investigar mutações e diferentes linhagens do vírus SARS-CoV-2 em circulação no Brasil.

 

 

 

Com mais esses três casos, Santa Catarina tem confirmado oito casos importados de coronavírus pela variante P.1 circulante nos estados da região norte do Brasil identificado em Santa Catarina.

 

 

 

Os outros cinco casos importados confirmados foram os seguintes:

 

  • uma mulher, de 54 anos, residente em Humaitá/AM – identificado em Rio do Sul;
  • um homem, de 71 anos, residente em Joinville;
  • um homem, de 55 anos, residente em Joinville;
  • um homem, de 69 anos; e uma mulher, de 64 anos; ambos residentes no Amazonas, identificado em Florianópolis.

 

 

Destes cinco, todos já tiveram alta hospitalar.