sexta-feira, 24

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Saúde de Irineópolis divulga vacinômetro

Últimas Notícias

- Ads -

Segundo a pasta, 90% dos idosos com idade acima de 90 anos já foram vacinados no município

 

 

Irineópolis vacinou todos dos idosos em instituição de longa permanência e aplicou a primeira dose em 90% do público com idade igual ou superior a 90 anos. Segundo dados do vacinômetro, divulgado pela Secretaria de Saúde do Município, 36 idosos em instituição de longa permanência receberam a primeira e a segunda dose da vacina Sinovac/Butantan. Das 30 pessoas com idade igual ou superior a 90 anos, cadastradas pelas equipes de estratégia de saúde da família, 27 receberam a primeira dose da vacina Sinovac/Butantan, outras três assinaram termo de recusa.

 

 

Do total de trabalhadores da saúde, 111 receberam a primeira dose da vacina, o que equivale a 73,5% do público desse grupo prioritário. Até o início da manhã desta quarta-feira,24, a segunda dose havia sido aplicada em 45 profissionais. Do total de vacinas administradas para este público, 106 foram desenvolvidas pela Sinovac/Butantan e 50 Astrazeneca/Fiocruz. De acordo com a técnica de enfermagem da sala de vacinas do município, Keli Sostak Collaço há três doses para serem aplicadas. “Elas são a dose dois para trabalhadores de saúde, que já agendaram a data para aplicação”, explica.

 

 

 

Do início da vacinação contra covid-19 até agora, o município recebeu 258 doses das vacinas. Destas, 174 foram para a primeira dose e 84 para a segunda. Do total, 208 são da Sinovac/Butantan e 50 Astrazeneca/Fiocruz. Foram administradas 255 doses entre os três grupos prioritários imunizados até o momento, totalizando 174 pessoas que receberam a primeira dose e 81 com as duas doses. Entre as vacinas aplicadas, 205 são da Sinovac/Butantan e 50 Astrazeneca/Fiocruz.

 

 

A secretária de saúde, Giseli Kempinski, enfatiza que embora a vacinação esteja acontecendo no município, é necessário que toda a população mantenha os cuidados e medidas contra o coronavírus. “A pandemia não acabou, por isso reforçamos sempre a orientação de que todos continuem utilizando máscara, álcool em gel e evitando aglomerações.

 

 

 

A população também pode contar com um canal direto com os profissionais de saúde para esclarecer dúvidas sobre sintomas da covid-19 ou receber orientações, basta enviar mensagem para o WhatsApp 47 99124 0831”, destaca a secretária.