Planos de anúncio a partir de R$ 100. Clique aqui e converse com a gente

segunda-feira, 22

de

julho

de

2024

ACESSE NO 

Planos de anúncio a partir de R$ 100. Clique aqui e converse com a gente

Gaeco cumpre mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em Major Vieira e Três Barras

Últimas Notícias

Secretário de Finanças de Major Vieira foi preso

- Ads -

Na manhã desta quinta-feira, 25, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em apoio à 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Canoinhas, realizou diligências para o cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva, expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Canoinhas.  

A operação faz parte de duas investigações em curso na 3ª Promotoria de Justiça de Canoinhas. Uma apura a ocorrência de suposto crime de peculato-desvio no Município de Major Vieira, envolvendo servidor que estaria alterando seus próprios dados nos arquivos da folha de pagamento antes de enviá-los ao sistema bancário, e, assim, aumentar indevidamente sua remuneração, causando possível enriquecimento ilícito e prejuízo ao erário.  

Outra investigação, apura possíveis crimes de corrupção passiva e ativa, envolvendo empresário e servidor na entrega de cascalho e brita ao Município de Três Barras.

O JMais apurou que o secretário de Finanças de Major Vieira, Joel Martins Alves, foi preso. Joel já era secretário de Finanças do ex-prefeito Adilson Lisczkovski, preso em julho do ano passado na Operação Mensageiro. Ao assumir a prefeitura em agosto, seu vice, Edson Schroeder (PP), afirmou que iria manter o plano de governo de seu antecessor, “sempre respeitando ele como o meu prefeito. Vou continuar com o mesmo plano de governo dele. Com a mesma garra que ele tinha”.


GAECO  

Polícia Civil e Científica ajudaram na operação/MPSC/Divulgação

O Gaeco é uma força-tarefa composta, em Santa Catarina, pelo Ministério Público, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Penal, Receita Estadual e Corpo de Bombeiros Militar, e tem como finalidade a identificação, prevenção e repressão às organizações criminosas.   

Além das instituições que compõem a força-tarefa, integrantes da Polícia Científica do Estado de Santa Catarina prestam apoio às diligências. 

A investigação prossegue em sigilo e, assim que houver a publicidade dos autos, novas informações poderão ser divulgadas. 

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?