Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

segunda-feira, 27

de

maio

de

2024

ACESSE NO 

Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

Famílias que estavam desabrigadas após cheias do rio Iguaçu voltam para casa em São Mateus do Sul

Últimas Notícias

36 pessoas que ainda permanecem em abrigos temporários, devem retornar de forma gradativa

- Ads -

Famílias de São Mateus do Sul, que estavam desalojadas e desabrigadas por conta das cheias do rio Iguaçu, finalmente estão podendo retornar às suas casas, após o nível do rio seguir recuando, depois de uma trégua nas chuvas dos últimos dias.

A reportagem do Portal RDX conversou com alguns moradores que iniciaram o trabalho de limpeza e retorno, além de contabilizarem o que foi atingido ou não pelas águas do rio Iguaçu.

A casa de Oscar Truchynski, que fica na rua Antônio Bizinelli, foi uma das primeiras a serem atingidas. Ele conta que o problema de alagamento começou no dia 11 de outubro, após um forte temporal que atingiu a região.

“O rio já tava bem cheio, e aí no feriado do dia 12 de outubro, começou a chover valendo e saiu água na rua, veio para o pátio e chegou a subir 1,05 metros, mas por sorte conseguimos tirar muita coisa e outras retiramos. Durante esse período, alugamos uma casa na Vila Nova, esperando que as águas baixassem”, conta.

No muro de uma casa na rua Antônio Bizinelli, é possível ver a altura que a água chegou/Edinei Cruz/Portal RDX

O filho de Oscar, o jovem Guilherme Pereira Truchynski, possui uma barbearia na rua Antônio Bizinelli. Para poder atender os clientes, ele teve de improvisar o atendimento em outros locais para não sair no prejuízo.

“Foram cerca de 3 semanas sem poder atender, mas aos poucos vamos retornando”, diz.

A diarista Claudete Ângelo Reis trabalha em uma casa na rua Ney Amintas de Barros Braga. Ela disse que as águas acabaram afetando o gramado plantado na calçada. Mesmo com a previsão de chuvas nos próximos dias, ela afirma ter esperança de que a partir de agora, o nível do rio se normalize.

“Limpamos a primeira vez, e agora parece que foi pior a sujeira. Por sorte não chegou a entrar lá dentro [da residência], somente na rampa. Mas a sujeira foi enorme”, afirma.

Local conhecido como Prainha do Iguaçu/Edinei Cruz/Portal RDX

Já na casa de Jacinta Karpinski e Alcindo Fernandes, a água também causou transtornos, principalmente por conta do lixo, que foi arrastado para o pátio. A moradora disse ter sofrido prejuízos em sua horta.

“Infelizmente foi muito difícil, pois tive que ficar na casa de familiares por conta das cheias. E a minha horta se acabou, as árvores estão secando, mas temos que enfrentar tudo isso, é a vida”, lamenta.

Como está o nível do rio?

A Defesa Civil do município havia informado que para garantir o retorno com segurança, a leitura da régua deveria se de 4,63 metros, que é quando as águas do rio “estão dentro da caixa”, fato constatado na medição das 6h desta segunda-feira, 13, diminuindo cerca de 1 centímetro por hora.

Ainda segundo a Defesa Civil, 36 pessoas que ainda permanecem em abrigos temporários, devem retornar de forma gradativa, já que existe um cronograma para realizar a mudança desses moradores. No interior, onde haviam 12 moradores na Escola do Turvo, todos já retornaram para suas residências.

Na medição das 13h desta segunda-feira, 13, o nível do rio chegou a 4,56 metros, com 463 metros cúbicos.

Previsão do tempo é de calor e chuva

Segundo o Simepar, o calor persiste no Paraná. O tempo fica abafado, mas, diferentemente do final de semana, haverá um aumento da instabilidade a partir desta segunda-feira, 13, na maioria das regiões do estado.

Uma frente fria evolui pelo oceano, na altura da Região Sul, alinhada a um fluxo de umidade e calor sobre essas regiões. Com isso, pancadas de chuva com trovoadas são previstas, principalmente a partir da tarde, com risco mais elevado de tempestades nas áreas mais próximas da divisa com Santa Catarina e de fronteira com os países vizinhos.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?