sexta-feira, 19

de

abril

de

2024

ACESSE NO 

Chuvas em SC: estado tem 40 municípios com abrigos abertos

Últimas Notícias

- Ads -

Já são 71 cidades em situação de emergência e 11 em calamidade pública

- Ads -

Mesmo após a trégua da chuva, Santa Catarina ainda tem pelo menos 40 cidades com abrigos abertos. O número é contabilizado e divulgado pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Mulher e Família (SAS). Com a previsão de mais chuva nos próximos dias, a recomendação é de cautela da população no retorno para as casas.

Nas enchentes mais recentes, desde o dia 14 de novembro, pelo menos 67 os municípios registraram algum tipo de ocorrência e contando as chuvas de outubro, já são 71 cidades em situação de emergência e 11 em calamidade pública.  

Nesta segunda-feira, 20, a cidade com o maior número de abrigos é Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí.  No município são 21 abrigos abertos recebendo cerca de 1.659 pessoas. Em segundo está Lontras, também no Alto Vale, com cinco abrigos abertos, e em terceiro Irineópolis, no Planalto Norte, com quatro espaços abertos.

A secretária da SAS, Maria Helena Zimmermann, destacou que o Governo do Estado está mobilizado no atendimento às famílias atingidas pelas chuvas que novamente assolaram Santa Catarina e comenta que toda ajuda é bem-vinda. “Quem quiser ajudar a população impactada pode fazer a doação de alimentos, água, produtos de higiene e limpeza e colchões. A entrega pode ser feita nos batalhões da Polícia Militar em todo estado e na Secretaria de Estado da Assistência Social em Florianópolis. Todos os itens serão encaminhados aos municípios mais necessitados”, disse.


CAUTELA NA VOLTA PARA CASA

A Defesa Civil de Santa Catarina divulgou que um novo núcleo de chuva se aproxima da região e pode trazer até 150 milímetros de precipitação para o Alto Vale do Itajaí entre quarta, 22, e quinta-feira, 23, por isso a orientação é que as famílias tenham cautela na volta para casa e só retornem para locais realmente seguros.  “Sabemos que todos querem voltar o mais rápido possível, mas precisamos fazer isso com segurança e seguindo a recomendação dos órgãos oficiais”, finaliza.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?