segunda-feira, 27

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Atlético Mineiro e Bragantino empatam em 2 a 2 no interior de SP

Últimas Notícias

- Ads -

Galo faz segundo gol em pênalti marcado pelo VAR nos acréscimos

 

 

ATLÉTICO – MG X BRAGANTINO

 

Na noite desta segunda-feira, 11, o Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, recebeu a estreia do Atlético Mineiro em 2021. Como o Galo teve o confronto da rodada passada contra o Santos adiado para 27 de janeiro, o duelo com o Bragantino pela 29ª rodada foi o primeiro do time no ano. E o grande objetivo dos mineiros era voltar a vencer para embolar ainda mais a parte de cima da classificação. O time foi a campo com 49 pontos na 3ª posição. Tendo somado 35 pontos, o Bragantino é o 13ª.

 

 

Quem olhasse apenas os números e as posições das equipes na tabela de classificação poderia imaginar que seria um jogo fácil para o Atlético. Dentro de campo, foi bem diferente. O Bragantino atacou menos, mas foi mais efetivo e marcou com Ricardo Ryller. Só que o Atlético, que teve mais a bola, tentou mais, só que não conseguiu mostrar muita força. Chances reais foram apenas duas. Antes do primeiro minuto, o atacante Vargas já mandava um chutaço na trave e quase abria o placar para o Galo mineiro. No lance seguinte, o volante Allan chutou de longe e forçou o goleiro Cleiton a trabalhar.

 

 

 

 

No retorno para o segundo tempo, o Atlético Mineiro voltou no ritmo do técnico argentino Jorge Sampaoli. Partiu logo para o sufoco e foi recompensado aos nove. O atacante Savarino aproveitou a boa jogada da dupla Keno e Arana pela esquerda para empatar de carrinho. Com o 1 a 1 no placar, o Galo seguiu apertando em busca da virada. Chegou a rondar o gol dos paulistas algumas vezes, mas a chance clara não veio. O que veio foi o segundo do Bragantino. O lateral-esquerdo Edimar venceu os zagueiros mineiros e colocou os donos da casa na frente mais uma vez.

 

 

Com o time do interior paulista na frente no placar, o jogo ficou muito parecido com aquele do primeiro tempo. O Galo forçando, mas tendo muita dificuldade para ameaçar. E o Bragantino ficava no aguardo de um contra-ataque. E quando parecia que o placar ia ser esse mesmo, o árbitro, com auxílio do VAR, marcou pênalti em uma entrada de Ramires em Guilherme Arana. Hyoran bateu aos 54 minutos, empatou e fechou o placar.

 

 

 

 

O Galo segue na 3ª posição com 50, a três do vice-líder Inter e seis do líder São Paulo. O Bragantino ocupa a 13ª colocação com 35 pontos.

 

 

O Atlético Mineiro volta a jogar no domingo, 17, contra o Atlético Goianiense no Mineirão. No mesmo dia, o Bragantino vai até Fortaleza para enfrentar o Ceará no Castelão.

 

 

Veja aqui a tabela da Série A.

 

 

BRUSQUE X ITUANO

 

O Brusque entrou em campo no Estádio Augusto Bauer, em Santa Catarina, na noite desta segunda-feira, 11, com apenas um objetivo. Vencer o Ituano e carimbar o passaporte à Série B na próxima temporada. Era um confronto direto. Os catarinenses tinham seis pontos e os paulistas, cinco.

 

 

O jogo começou a todo vapor. Antes dos 30 minutos do primeiro tempo, o jogo estava 2 a 2. Aos quatro, o atacante do time catarinense Marco Antônio tocou por baixo do goleiro e abriu o placar. Aos sete, saiu o empate. O atacante Gabriel Taliari, do Galo de Itu, deu um bonito toque e encobriu o goleiro do Brusque. Aos 10 e aos 11, o Ituano não virou por muito pouco. E acabou levando o segundo gol aos 12. Thiago Alagoano driblou o goleiro e fez mais um belíssimo gol do Brusque.

 

 

O ritmo seguia alucinante. Aos 22, Fillipe Soutto deixou tudo igual mais uma vez. O volante soltou uma pancada de longe na cobrança de uma falta e balançou a rede. Depois dessa avalanche de gols, os times diminuíram e não criaram grandes chances até o final do primeiro tempo.

 

Só que na volta, o Brusque já pulou na frente aos quatro minutos com outro belo gol. O centroavante Garcez aproveitou o erro na saída do Ituano e o belo passe recebido para chutar forte e fazer o terceiro gol do Brusque. Placar estava em 3 a 2 para os donos da casa. Aos 32, veio a goleada. O zagueiro Ianson mandou de bico para a rede e fez o quarto do Brusque.

 

 

 

Festa completa em Santa Catarina. O Brusque garante o segundo acesso seguido em competições nacionais e, na próxima temporada, vai disputar a Série B.

 

 

Agora, o próximo objetivo da equipe é garantir a liderança do Grupo C e se classificar para a final do torneio contra o líder do Grupo D da Segunda Fase da Série C. Atualmente, o Brusque é o líder da chave com nove pontos. O segundo é o Vila Nova com sete.

 

 

No domingo, 17, na última rodada da fase, o Brusque visita o Santa Cruz. E o Vila Nova visita o Ituano. Na outra chave, o líder é o Remo com 10 pontos. O vice é o Paysandu com sete. Na última rodada, o Remo depende apenas de um empate contra o Ypiranga no sul para ir a final.

 

 

Veja aqui a tabela da Série C.