quinta-feira, 21

de

outubro

de

2021

ACESSE NO 

428,2 mil doses da vacina contra covid-19 foram aplicadas no Estado

Últimas Notícias

- Ads -

Fim de semana terá mutirão de vacinação contra covid-19

 

 

Santa Catarina aplicou, até o momento, 428.288 doses da vacina contra a Covid-19, de acordo com o balanço parcial de vacinação divulgado nesta sexta-feira, 19, pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Deste total, 321.238 correspondem à primeira (D1) e 107.050  à segunda (D2). O número representa um aumento de 14.550 vacinas aplicadas em comparação com o boletim anterior divulgado na quarta, 17.

 

 

 

Os grupos prioritários que estão sendo vacinados neste momento são: os trabalhadores da saúde, os idosos e as pessoas com deficiência institucionalizados, a população indígena e os idosos com 75 anos ou mais. O balanço é elaborado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) com informações fornecidas pelos municípios catarinenses.

 

 

 

>>> Confira aqui o balanço parcial atualizado da vacinação contra a Covid-19 em Santa Catarina por municípios (19/03/2021)

Fim de semana terá mutirão de vacinação contra covid-19

Tendo em vista a situação epidemiológica do coronavírus no Estado, o Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes), do Governo do Estado, decidiu promover uma grande ação de vacinação de idosos com 75 anos ou mais durante o fim de semana, dias 20 e 21 de março.

 

 

 

Para isso, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) vinculada à Superintendência de Vigilância em Saúde (SUV), da Secretaria de Estado da Saúde (SES) enviou, nesta sexta-feira, 19, mais 73.700 doses da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, às 17 unidades descentralizadas de Vigilância Epidemiológica das Regionais de Saúde de Santa Catarina. As unidades são responsáveis por encaminhar as doses para os 295 municípios catarinenses.

 

 

 

As 73.700 vacinas encaminhadas serão usadas para aplicação da primeira dose. Elas chegaram ao estado na quarta, 17. O Coes achou prudente encaminhar essas doses aos municípios para acelerar a vacinação dos idosos, um público vulnerável e que possui um alto risco de desenvolver formas graves da doença. A previsão é que o estado receba nova remessa de doses no fim de semana.