segunda-feira, 15

de

agosto

de

2022

ACESSE NO 

Vereadores querem convocar secretária para explicar “caos” na Saúde

Últimas Notícias

- Ads -

Segundo oposição, problemas de falta ou demora no atendimento têm se agravado

QUESTÕES

As vereadoras Tatiane Carvalho (MDB), Juliana Maciel (PSDB) e Zenilda Lemos (MDB) e o vereador Marcos Homer (Podemos) apresentaram requerimento para que seja encaminhado ofício ao conselho de ética do Hospital Santa Cruz de Canoinhas (HSCC), tendo em vista todos os contratos entre o município de Canoinhas e o Hospital, desde o início de 2020, solicitando que verifique se há eventual irregularidade na prestação de serviços, avaliando os prontuários médicos de pacientes que entender pertinente, notadamente (mas não exclusivamente) os prontuários envolvendo óbitos ou complicações médicas,  no intuito de averiguar se tem relação com o modelo de gestão adotado.

Os vereadores questionam, por exemplo, a adequação de especialidade e de registro exigidos em contrato; escala concomitante de plantões do mesmo profissional; tempo decorrido entre atendimento, internamento e eventual tratamento cirúrgico ou clínico;

presença ou ausência de auxiliar médico com capacidade de conclusão dos procedimentos eletivos realizados; presença ou ausência de profissionais que deveriam estar em plantão médico conforme escala e conforme contrato entre hospital e prefeitura; e disponibilidade de serviços contratados pela prefeitura.

“Pede-se que os fatos apurados, caso consistam em irregularidades éticas, sejam encaminhados ao órgão de classe, devendo-se, na medida do possível, comunicar a esta casa sobre a presença ou não das incongruências referentes à prestação do serviço em si, excluídos os pormenores técnicos médicos, bem como dados que identifiquem os pacientes ou exponham nomes dos profissionais envolvidos indevidamente”, completa o requerimento.

Tatiane disse que tem ouvido vários relatos de pessoas que estão indo ao Pronto Atendimento porque não conseguem atendimento nos postos de saúde, as chamadas unidades básicas dos bairros e localidades. Estas pessoas, segundo a vereadora, têm aguardado durante horas para receber atendimento médico.

Juliana ressaltou que a superlotação da Unidade de Pronto Atendimento tem sido constante. “Sinto-me de mãos atadas”. Ela adiantou que vai apresentar requerimento nesta terça-feira, 10, para convocar a secretária de Saúde, Kátia Oliskovicz, para que “esclareça o que está acontecendo com a Saúde desse Município. Estamos fazendo a nossa parte, mas tem coisas que vão além da função do vereador. Por isso precisamos da secretária aqui. O povo não merece passar por isso”.

Zenilda disse que a saúde já está um caos e que medidas precisam ser tomadas com urgência. “Tenho certeza que todos os vereadores aqui receberam queixas de pessoas com problemas de saúde. Os profissionais têm dado tudo com uma equipe defasada e por isso trago uma queixa para que o profissional de triagem seja um enfermeiro. É ele quem vai classificar se é uma situação de emergência. Gostaria muito de saber quem está coordenando a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), qual a capacidade técnica e quem são os funcionários que fazem a triagem. Não é função de estagiário ou cargo comissionado fazer a triagem”, destacou.

Homer também questionou as condições de trabalho dos profissionais da Saúde. “Tem funcionário dizendo que precisamos fazer algo porque não estão mais aguentando. Isso é triste. Um ser humano não pode trabalhar nestas condições. Da condição psicológica dessas pessoas depende a vida de outras pessoas”, disse.

Vereadores Wilmar Sudoski e Osmar Oleskovicz (PSD) reconheceram os problemas. Embora Sudoski tenha tentado amenizar a situação dizendo que problemas na Saúde sempre existiram, Oleskovicz disse que os problemas aumentaram e defendeu a convocação da secretária Kátia.



REVOGADOS

O prefeito em exercício Willian Godoy (PSD) revogou abertura de pregão para contratação de empresa para prestação de serviços de apreensão, transporte, recolhimento e hospedagem em dependências próprias, de animais de médio e grande porte (equinos, bovinos, caprinos, ovinos, muares, asininos, suínos, etc) encontrados em logradouros públicos, locais de acesso público ou em local indevido. O motivo é que não houve interessados.


MEMÓRIA INEXISTENTE

Uma publicação da Folha de S.Paulo na semana passada festejou 200 obras literárias que mais representam a história de 200 anos da independência do Brasil. Nenhum dos livros versa sobre a Guerra do Contestado, maior conflito armado dentro do Brasil, muito mais sangrento que a Guerra de Canudos, cuja obra icônica, Os Sertões, de Euclides da Cunha, ganha destaque na seleção.


ACUSADO

Gustavo Rocha, acusado de herdar o suposto esquema de Dembinski em Canoinhas, teria procurado o prefeito de Bela Vista do Toldo, Adelmo Alberti, propondo esquema em edital para iluminação pública, mas Alberti correu por achar que pudesse ser uma armação. Esse episódio consta da colaboração premiada de Alberti.


DNIT

Ronaldo Carioni Barbosa/Arquivo

Caiu o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Santa Catarina, Ronaldo Carioni Barbosa. A portaria da exoneração, com data de 4 de maio, foi publicada nesta segunda-feira, 9, no Diário Oficial da União. Ainda não foi anunciado o nome do substituto.




COLOMBO AO SENADO

Raimundo Colombo fala em evento do PSD

Em evento nesta segunda-feira, 9, em Florianópolis, o PSD-SC apresentou os pré-candidatos para as Eleições 2022 e sinalizou composição com o União Brasil (UB) para disputa da majoritária no Estado.

O presidente da sigla, deputado Milton Hobus, destacou a importância de se criar um projeto robusto, com pessoas qualificadas e defendeu agilidade na composição da majoritária para início da pré-campanha, citando a união com o ex-prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (UB): “Vamos fazer um time de gente capaz, com vontade de ajudar. Esse é o propósito do PSD.”

Segundo a discursar na reunião, o ex-governador Raimundo Colombo abriu mão da pré-candidatura ao governo e colocou seu nome à disposição ao Senado. “Nosso gesto é para buscar a unidade, fortalecer a compreensão, somar as forças. Este é o caminho e ninguém se diminui. A concessão só é feita por quem encontra na sua alma a paz de querer fazer o bem”, explicou.

Também estavam presentes os deputados estaduais Marlene Fengler, Ismael dos Santos e Júlio Garcia e os deputados federais Darci de Matos, Ricardo Guidi e Hélio Costa.



EVENTO

O deputado estadual pelo Novo, Gilson Marques, estará em Canoinhas na sexta-feira, 13, para uma palestra sobre “O jeito de fazer política que pode melhorar a vida dos canoinhenses”. Ainda participam do evento que acontece às 19h na Câmara de Vereadores, o pré-candidato a deputado estadual Leandro Sabino e o pré-candidato a governador pelo Novo, Odair Tramontin. A propósito, o cartaz do evento traz como local a Escola Júlia Baleoli Zaniolo, o que foi alterado para Câmara de Vereadores.




RP9

O Congresso Nacional encaminhou no fim da tarde desta segunda-feira, 9, ao STF um conjunto de 100 documentos com indicações de autores das emendas RP9 —as chamadas emendas de relator que foram tema de reportagem aqui do JMais no fim de semana.

Os dados se referem às informações fornecidas por 340 deputados federais e outros 64 senadores. Esses 404 parlamentares representam 68% do total de 594 no Congresso, somando as duas Casas legislativas.

Não é possível afirmar, no entanto, que todos os senadores e deputados que aparecem na documentação são autores de emendas de relator. Isso porque há parlamentares que, nos ofícios, alegam não ter relação com a indicação desse tipo de emenda.