Vereadores defendem permanência do status de regional para a Celesc de Mafra

Plenário da Câmara de Mafra/Divulgação

Segundo o Legislativo, a regional da Celesc manterá seu orçamento, investimentos e a qualidade no atendimento prestado

 

.

REGIONAL

Na segunda-feira, 11, os vereadores da Câmara de Mafra elaboraram uma moção de apelo ao presidente das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), Cleicio Poleto Martins, para que a agência da Celesc de Mafra continue com status de regional, sem ficar subordinada a Joinville.


 

Segundo o Legislativo, a regional da Celesc manterá seu orçamento, investimentos e a qualidade no atendimento prestado. Com a possível mudança, Mafra dividirá os investimentos e a atenção com outros municípios, entre eles, São Bento do Sul e Jaraguá do Sul.

 

Para todos os vereadores, Mafra pode seguir os exemplos de Criciúma e Rio do Sul que conseguiram juntas a manutenção de suas regionais. A moção de apelo foi assinada pelos 13 vereadores da 18ª Legislatura.

 

CIDASC

A médica veterinária, Luciane de Cássia Surdi, funcionária concursada da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) desde 1986, tomou posse como presidente nesta terça-feira, 12, em Florianópolis. Ela é a primeira mulher a assumir a presidência da Cidasc em 39 anos. A posse foi concedida pela vice-governadora do Estado, Daniela Cristina Reinehr, no auditório da Companhia. Luciane substitui o ex-prefeito de Canoinhas, Beto Faria (MDB).

 

 

CETICISMO

Prefeito de Major Vieira e presidente da Amplanorte, Orildo Severgnini (MDB) avalia que a criação da Frente Parlamentar em favor do Norte e Nordeste do Estado tem 50% de política e 50% de real interesse pelos pleitos da região. “Vamos ver como isso vai se dar na prática”, pondera, lembrando que se a Frente não fizer nada pela região, vai pagar o custo político pela falta de ação.

 

 

R$ 579 milhões

é quanto a medida provisória do fim da contribuição sindical compulsória vai gerar de prejuízo aos sindicatos

 

 

AUXÍLIO MOTOR-HOME

O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) disse que irá cancelar o pagamento da verba indenizatória pelo uso de carro particular, o chamado “auxílio motor-home”, em caso de comprovação de irregularidades. Recomendação com o pedido foi feita pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e será analisado pela Procuradoria Geral do Estado que, inclusive, recebe o auxílio.

 



 

AQUI SE FAZ,…

Prefeito Beto Passos (PSD) obteve a segunda vitória judicial contra detratores na internet. Alega que as pessoas processadas extrapolam o direito de reivindicar e partem para agressões pessoais, com calúnias e difamações. Desta vez, Andrea Guttervill teve de postar o seguinte pedido de desculpas no seu perfil no Facebook: “Eu Andrea Guttervill Novak, venho por meio desta postagem formalizar o pedido de desculpas ao Prefeito de Canoinhas, Senhor Gilberto dos Passos, pela postagem que realizei no Grupo Reclame Canoinhas em 2017, sugerindo que ele estava praticando ato ilícito com dinheiro público.
Reconheço que a postagem foi infeliz, leviana, visto que não tenho conhecimento de nenhuma conduta ilícita ou lesiva aos cofres públicos por parte do Prefeito de Canoinhas senhor Gilberto dos Passos.
Declaro ainda que não tenho conhecimento de nenhuma notícia que desabone a vida pessoal de Gilberto dos Passos, sendo este pessoa honrada e digna para desempenho o cargo que ocupa.”

 

 

FALA QUE EU TE ESCUTO

A internet é uma ferramenta poderosa que pode ser usada pela população como uma forma de controle social dos serviços públicos. Isso feito de maneira sóbria e, sobretudo, com provas, se torna uma ferramenta poderosa de pressão sobre governos e, se for feita de maneira minimamente civilizada, pode estabelecer um canal direto entre eleitores e eleitos. Quem reclama perde a razão, no entanto, quando parte para o xingamento e a ofensa pessoal. Fecha também um importante canal direto de diálogo com os gestores públicos.

 

Em tempos de polarização e sentimentos extremos, é preciso habilidade até para saber reclamar.

 

 

IMORTALIZADO

O Senador Federal gastou R$ 8,2 mil pela pintura de um retrato do ex-senador Eunício de Oliveira (MDB-CE) em óleo. A pintura foi pendurada na galeria dos ex-presidentes do Senado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário: