Vereadores de Canoinhas se calam sobre suspeita de fraude em documento apresentado em licitação


Biluka/Divulgação

Reportagem publicada pelo JMais no sábado, 30, mostra que dados contábeis apresentados por empresa não batem com o que teria sido pago pela prefeitura de Blumenau

 

 

SILÊNCIO ENSURDECEDOR 

É papel fundamental e prioritário dos vereadores fiscalizar as contas públicas. Na sessão desta segunda-feira, 2, essa premissa parece ter ficado para trás dos elogios e críticas ao show de João Bosco e Vinícius, Desfile de Natal e afins.

 

 

 

Nenhum dos dez vereadores abordou na sessão desta segunda a reportagem publicada pelo JMais no sábado, 30, que mostra que o balanço fiscal de 2018 da empresa Progresso Ambiental contém valor bruto menor do que o que a empresa teria recebido somente da prefeitura de Blumenau no ano passado, segundo dados públicos constantes no Portal da Transparência. Foi com base no balanço apresentado para a licitação para pavimentação de 12 ruas do Município – o maior contrato da atual administração – que a empresa conseguiu concorrer no certame como Empresa de Pequeno Porte (EPP). Se de fato a empresa recebeu os R$ 5,6 milhões constantes como pagos pela prefeitura de Blumenau no ano passado, ela não poderia se beneficiar da condição de EPP, o que lhe garantiu vencer o certame, como mostra a reportagem. Resposta enviada pela empresa e publicada nesta terça-feira, 3, mostra que a empresa contesta a reportagem, mas não apresenta provas em contrário.

 

 

 

Nenhum dos vereadores achou o assunto suficientemente grave para levar a discussão do plenário. Isso depois de o próprio setor de licitações da prefeitura achar o caso extremamente suspeito conforme aponta a reportagem.

 

 

 

O advogado do Município cogita, na mesma reportagem, abrir processo administrativo contra a empresa. A nenhum vereador interessa, no entanto, deixar claro que vai cobrar da prefeitura a abertura do processo, que vai a fundo nos fatos que à imprensa, dadas as limitações, não consegue aprofundar, em suma, que vai fazer o trabalho para o qual é remunerado. Igualmente, prefeito Beto Passos (PSD) fez cara de paisagem e seguiu em frente. Até o momento, nenhuma declaração a respeito.

 

 

 

Não duvidem se, em breve, o punido seja o mensageiro e não o autor da mensagem.

 

 

 

 

 

 

 

“Quem escolheu João Bosco e Vinicíus?… As coisas para Deus são difíceis mesmo de fazer”

do vereador Gil Baiano (PL), criticando a contratação da dupla para o show de Natal a despeito de parte da população que gostaria de ver um show gospel

 

 

 

 

 

O PREFERIDO

O anúncio de que Osmar Oleskovicz (PSD) deve assumir a Secretaria de Administração no próximo ano gerou comentários de que ele seria o preferido de Beto Passos (PSD) para concorrer na sua vice em 2020. Resta um problema: como garantir maioria na Câmara com uma chapa pura? Passos sabe o quanto ter maioria na Casa legislativa o favorece nesse primeiro mandato.

 

 

 

 

NEOPOLÍTICO

Outro nome que pipoca nas rodas de conversa política é o do presidente da Acic e do Hospital Santa Cruz, Reinaldo de Lima Jr. Quem viu as fotos dos últimos eventos do Município, lá está ele do lado de Passos, que o vê com igual simpatia. Lima não tem filiação partidária, o que facilitaria uma composição.

 

 

 

 

 

KATH

O Progressistas de Canoinhas dá como certa a eleição do secretário de Meio Ambiente, Hilário Kath, o Ilustre, para a Câmara de Vereadores em 2020. A animação com o nome do secretário no partido é tanta que cogita-se emplacá-lo até mesmo em uma majoritária.

 

 

 

 

 

MARTELO SUSPENSO

A cooperativa de laticínios que estuda a implementação de uma indústria na região ainda não bateu o martelo sobre a localização do negócio. A Epagri informou que a empresa ainda está em busca de integrados para cooperarem com a empresa. Nove reuniões já foram realizadas em busca de cooperados. “Ainda não foi definido o município sede da agroindústria, que se dará mediante laudo técnico emitido depois do fechamento do quadro societário da empresa”, diz nota da Epagri lida ontem pelo vereador Wilmar Sudoski (PSD).

 

 

 

 

 

INOVAÇÃO

A publicação de listas de espera do SUS na internet como medida para regular o acesso dos pacientes aos serviços de saúde em SC e a ressocialização de 380 detentos da Penitenciária de Curitibanos concorrem ao prêmio Innovare na categoria Justiça e Cidadania. Os vencedores serão conhecidos nesta terça, 3.

 

 

 

 

 

40%

dos brasileiros sonham em quitar dívidas a curto prazo

 

 

 

 

 

PORTOUNIENSE NO OSCAR

Nina Kopko/Divulgação

A portouniense Nina Kopko pode ir para Hollywood. É que ela trabalhou como assistente de direção de Karim Aïnouz em A Vida Invisível, filme indicado pelo Brasil para estar entre os finalistas do Oscar de Melhor Filme Internacional em 2020. O Brasil nunca ganhou a famosa estatueta. Os indicados devem ser anunciados em janeiro, mas antes, agora em dezembro, sai uma lista preliminar.

 

 

 

 

 

 

18

veículos devem passar por segundo pela BR-101 na alta temporada de verão 

 

 

 

 

ENFIM

Pronta desde o começo do ano, a subestação do Rio d’Areia do Meio, enfim, será inaugurada. O evento está marcado para esta quinta-feira, 5.

 

 

 

 

24 HORAS

A despeito da lei sancionada na semana passada pelo prefeito Beto Passos que estabelece regime de plantão 24 horas entre as farmácias de Canoinhas, uma farmácia manifestou interesse em ficar 24 horas aberta, mas não disse a partir de quando. O assunto deve ser discutido nesta quarta-feira, 4, em reunião com gerentes de farmácia.

 

 

 

 

 

CPI DA PONTE

Na apresentação do relatório final da CPI da ponte Hercílio Luz, o relator, deputado Bruno Souza (Novo), denunciou o nome de 26 pessoas entre políticos, funcionários públicos, empresários e pessoas  jurídicas. Foi constatado que o Estado contratou, ao menos, o equivalente a R$ 1.027.282.937,27 atualizados em contratos referentes às obras do maior símbolo turístico dos catarinenses desde 1980, sendo que R$ 688.469.256,65 foram efetivamente comprometidos.

 

 

 

A comissão chegou ao relatório final com mais de 1,8 mil páginas após oito meses de trabalho e a análise de 26 instrumentos com 85 volumes e 18.182 páginas e mais de 40 pessoas ouvidas, 38 testemunhas e dois convidados. Entre os denunciados está o ex-governador Raimundo Colombo (PSD).

 

 

 

 

 

 

FUNDO DO POÇO

Atendendo pedido do Ministério Público de Santa Catarina, o ministro Ribeiro Dantas, do Superior Tribunal de Justiça, derrubou a liminar que suspendia o julgamento do processo que tramita no Tribunal de Justiça sobre a operação Fundo do Poço. Agora, o TJSC pode retomar a qualquer momento o julgamento da ação penal.

 

 

 

 

 

“Não adianta responder em caps lock nas redes sociais e só responder para quem concordar com a gente”

do diretor executivo do Students for Liberty Brasil, André Freo, resumindo o debate nas redes insociáveis





Deixe seu comentário: