quinta-feira, 23

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Vendas no agronegócio devem bater novo recorde e vacinação na rede privada tem de seguir o SUS, em destaque nesta terça

Últimas Notícias

- Ads -

Terça-feira, 5 de janeiro de 2021

 

 

 

O Globo

 

Manchete: Vendas no agronegócio devem bater novo recorde

Setor representou mais de 20% das exportações em 2020

A combinação de preços em alta e aumento da safra deve garantir novo recorde nas exportações do agronegócio este ano. Segundo projeção da MB Agro, as vendas ao exterior vão superar a barreira de US$ 112,9 bilhões. A projeção leva em conta a colheita agrícola e produtos da agroindústria, como carne congelada. Em 2020, o setor ajudou a balança comercial a encerrar o ano com superávit de US$ 51 bilhões e foi responsável por mais de 20% das exportações. PÁGINAS 13 E 14

 

 

  • Índia veta exportação de vacinas
  • Orla volta a ter área de lazer no fim de semana
  • Nova cepa leva Inglaterra a ‘lockdown’
  • Prefeitura pode usar fundos para pagar salários
  • Fusão de Peugeot e Fiat gera 4ª maior montadora
  • PT decide apoiar candidato de Maia na Câmara
  • Morte e protesto na via expressa
  • Secretário republicano rebate Trump
  • Assange: Justiça britânica rejeita extradição de criador do WikiLeaks para os EUA
  • A todo vapor: Aos 77 anos, Jards Macalé prepara três novos discos e ganha alentada biografia

 


 

 

Folha de S. Paulo

 

 

Manchete: Vacina em clínicas gera temor sobre efeito no SUS

Para especialistas, haveria disputa com sistema público; ministério diz que priorização tem de ser seguida

O anúncio de que clínicas privadas estão negociando 5 milhões de doses de vacina indiana contra a Covid-19 provoca polêmica e debates éticos no setor da saúde. Especialistas afirmam que, em se tratando de uma imunização ainda de pouca disponibilidade no mundo, a oferta na rede privada pode criar uma disputa com o SUS (Sistema Único de Saúde), aumentando desigualdades e atrasando o atendimento dos grupos prioritários, como profissionais da linha de frente e idosos. Por outro lado, as clínicas particulares dizem que o objetivo não é competir e sim complementar a oferta pública. A CNI (Confederação Nacional da Indústria), por exemplo, avalia bancar parte da campanha de vacinação para parcela de trabalhadores entre 20 e 50 anos. O Ministério da Saúde informou que as clínicas serão obrigadas a seguir a ordem de prioridade. Saúde A17

 

  • Índia veta exportação de imunizante, e Fiocruz aciona o Itamaraty
  • Inglaterra decreta novo confinamento e fecha escolas
  • Mais dois países estudam adiar segunda dose
  • Estado confirma dois casos da nova variante do coronavírus

 

 

  • Cerca de 40% do Pantanal queimou no ano passado
  • Importação recua, e país tem saldo de US$ 51 bi em 2020
  • Albinos da Ilha de Maré, na Bahia, lutam por atenção à saúde
  • Arcebispo de Belém é investigado sob suspeita de abusos
  • PT decide apoiar o candidato de Maia na eleição da Câmara
  • Disputa do Senado na Geórgia define poder inicial de Biden
  • Justiça britânica nega pedido de extradição de Assange aos EUA
  • SP oferecerá chance de recuperação presencial a 91 mil alunos
  • Chefe do Incra acusado de desrespeitar regras morre de Covid-19

 

 


 

 

O Estado de S. Paulo

 

 

Manchete: Investimento do setor privado em saneamento ganha impulso

Metade dos Estados iniciou planos para parcerias com empresas privadas; novo marco legal foi adotado há 6 meses

Com uma previsão de investimentos de R$ 60 bilhões, Estados e cidades deram início a projetos para atrair parceiros privados para serviços de saneamento, que incluem distribuição e tratamento de água e de esgoto ou a gestão de resíduos sólidos. Os projetos são tocados em pelo menos 13 Estados e no Distrito Federal, aponta levantamento feito com base em dados da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base, governos locais e federal e do BNDES. O interesse vem com o novo marco legal do setor, sancionado em julho pelo presidente Jair Bolsonaro, que prevê a universalização do saneamento até 2033. Três Estados já realizaram leilões. No Nordeste, região onde a nova lei encontrou resistência, 6 dos 9 Estados estudam ou lançaram projetos de concessão ou parcerias público-privadas (PPPs). Há também mais de 20 municípios no mesmo caminho. No País, 46% da população vive sem acesso a esgoto e 16% dos habitantes não recebem água regularmente. A necessidade de investimentos beira os R$ 700 bilhões. ECONOMIA / PÁG. B1

  • Inglaterra aumenta as restrições e fecha escolas
  • Vacinação na rede privada tem de seguir o SUS

 

 

 

  • Arbitragem do Mundial de Clubes terá duas brasileiras
  • Palmeiras encara o River pela semi da Libertadores
  • Lira foi cobrado pela Receita por ‘rachadinha’
  • Fusão entre a Fiat e a Peugeot é aprovada
  • País não paga aporte ao Banco do Brics