segunda-feira, 15

de

agosto

de

2022

ACESSE NO 

Veja como identificar um recenseador do IBGE

Últimas Notícias

- Ads -

Censo 2022 estima visitar mais de 20 mil residências em Canoinhas

Começou nesta segunda, dia 1º de agosto, a coleta do Censo Demográfico 2022, a maior pesquisa domiciliar realizada no Brasil. O Censo é a única pesquisa que visita todos os domicílios existentes no Brasil e, nesta edição, a estimativa é que sejam registrados mais de 75 milhões de endereços em todo o País.

O Censo Demográfico produz informações atualizadas e precisas, que são fundamentais para o desenvolvimento e implementação de políticas públicas e para a realização de investimentos, tanto do governo quanto da iniciativa privada. Além disso, uma sociedade que conhece a si mesma pode executar, com eficácia, ações imediatas e planejar com segurança o seu futuro.

Em Canoinhas, são estimados 20.765 domicílios a serem visitados pelos 49 recenseadores contratados pelo IBGE para atuarem na coleta das informações junto à população. Em toda a região do planalto norte de Santa Catarina devem ser visitados mais de 92 mil domicílios pelos 226 recenseadores contratados pelo IBGE.

Os recenseadores estarão sempre uniformizados, com o colete do IBGE e crachá de identificação, podendo também estarem com boné do Censo. É possível confirmar a identidade do agente do IBGE no site respondendo.ibge.gov.br ou pelo telefone 0800 721 8181. Ambos constam no crachá do entrevistador, que também traz um QR code que leva à área de identificação no site. Para realizar a confirmação, o cidadão deve fornecer a matrícula, o RG ou CPF do recenseador.

Como identificar o recenseador


No Censo 2022, há dois tipos de questionário: o básico, com 26 quesitos, leva em torno de 5 minutos para ser respondido. Já o questionário ampliado, com 77 perguntas e respondido por cerca de 11% dos domicílios, leva cerca de 16 minutos. A seleção da amostra que irá responder o questionário ampliado é aleatória e feita automaticamente no Dispositivo Móvel de Coleta (DMC) do recenseador.

O questionário básico traz os seguintes blocos de perguntas: identificação do domicílio, informações sobre moradores, características do domicílio, identificação étnico-racial, registro civil, educação, rendimento do responsável pelo domicílio, mortalidade. Já o questionário da amostra, além dos blocos contidos no questionário básico, investiga também: trabalho, rendimento, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, pessoas com deficiência, migração interna e internacional, deslocamento para estudo, deslocamento para trabalho e autismo.

Todas as informações coletadas são confidenciais, protegidas por sigilo e usadas exclusivamente para fins estatísticos, conforme estabelece a legislação pertinente: Lei nº 5.534/68, Lei nº 5.878/73 e o Decreto nº 73.177/73. Já a Lei nº 5.534, de 14 de novembro de 1968, dispõe sobre a obrigatoriedade de prestação de informações estatísticas.