segunda-feira, 18

de

outubro

de

2021

ACESSE NO 

Vacinação está sendo realizada por agendamento em Três Barras

Últimas Notícias

- Ads -

Imunização só ocorrerá mediante data e hora marcadas

 

 

 

A fim de dar agilidade à campanha de vacinação contra a covid-19, a Secretaria de Saúde de Três Barras optou por mudar a estratégia da imunização no município.

 

 

 

A partir da faixa etária entre 70 a 74 anos, que está recebendo a vacina no momento, a imunização só ocorrerá mediante data e hora marcadas.

 

 

 

Para isso, a pessoa deve fazer o agendamento junto à unidade básica de saúde (UBS) de sua referência, preferencialmente por contato telefônico.

 

 

 

No ato, a atendente irá preencher um pré-cadastro no qual devem constar nome completo, data de nascimento, número do cartão SUS e do CPF, além de endereço e telefone do solicitante.

 

 

 

Quem não tem telefone, pode realizar o agendamento de forma presencial na própria UBS. As pessoas acamadas ou com dificuldades de locomoção receberão a vacina em casa.

 

 

 

“Contamos com nove unidades de saúde e todas possuem salas de vacina. Por esse acesso facilitado é que acreditamos que daremos celeridade à vacinação em todos os cantos do município, sem gerar filas e aglomerações”, afirmou a secretária de Saúde, Raquel Cunher Vieira.

 

 

 

De acordo com a secretária, o momento requer rapidez na vacinação diante à gravidade do cenário da doença, em virtude das mutações do vírus e da superlotação de hospitais. “E também pelo fato de estarmos recebendo mais doses em espaços de tempo mais curtos”, acrescentou.

 

 

 

O novo lote com 320 doses do imunizante Coronavac/Butantan chegou a Três Barras no início desta semana. Com o quantitativo de 272 doses será possível vacinar grande parte dos idosos entre 70 a 74 anos. Outras 48 doses estão sendo ofertadas aos trabalhadores da saúde ainda não vacinados.

 

 

 

A faixa etária entre 70 e 74 anos será finalizada com a chegada de uma nova remessa de vacinas, prevista ainda para esta semana.

 

 

 

A ideia é também iniciar o público de 65 a 69 anos com essas novas doses. Por orientação da secretaria de Estado da Saúde, nesta nova fase os grupos serão vacinados por ordem decrescente de idade.

 

 

 

Até a fase anterior da campanha, a imunização dos grupos prioritários estava ocorrendo nas próprias residências, com o auxilio das equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF). “Isso aconteceu porque se tratava de um público menor, mas com maior vulnerabilidade e dificuldades de locomoção. Foi uma estratégia que deu certo, mas que tivemos que mudar, agora, perante a demanda de pessoas a serem vacinadas nas próximas etapas”, explicou Raquel.

 

 

 

O município de Três Barras já imunizou 1315 pessoas dos grupos prioritários. Deste total, 228 também já receberam a segunda dose.

 

 

 

Três Barras recebeu, até o momento, 1286 doses do imunizante CoronaVac/Butantan e 310 da vacina Aztrazeneca/Oxford.