Vacina de Oxford 90% eficaz, Trump libera dados para equipe de Biden e Boulous cresce em SP em destaque nesta terça


O primeiro ministro Boris Johnson realiza remotamente uma coletiva de imprensa da Covid-19/Picture by Pippa Fowles / No 10 Downing Street

24 de novembro de 2020

 

 

Folha de S.Paulo

Datafolha em São Paulo: Boulos chega a 45% e reduz diferença para Covas, com 55%

A uma semana do segundo turno em São Paulo, o candidato do PSOL, Guilherme Boulos, reduziu a distância do primeiro colocado na corrida eleitoral, o prefeito Bruno Covas (PSDB).

Segundo o Datafolha, Boulos passou de 42% para 45% dos votos válidos, entre a pesquisa feita na semana passada (dias 17 e 18) e o levantamento desta segunda-feira (23). Já Covas, o vencedor do primeiro turno, oscilou negativamente de 58% para 55%.

A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O instituto ouviu 1.260 pessoas. Encomendado pela Folha, o levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral com o número SP-0985/2020.

A contagem por votos válidos, que excluem os brancos e nulos, é a forma com que o TRE contabiliza o resultado.

 

 

 

 

 

  • Vacina de Oxford é até 90% eficaz, aponta teste
  • Com alta de casos, Einstein priorizará pacientes de SP
  • Beto foi ficando roxo, testemunha afirma em relato
  • Taxa de ocupação é a menor em 28 anos na pandemia
  • Governo Trump autoriza transição com grupo de Biden

 

 

 

 

 

 

 

O Estado de S.Paulo

Vacina de Oxford é 90% eficaz; País pode imunizar 130 milhões

Uma das candidatas a conter a covid19 no Brasil, a vacina da Universidade de Oxford em parceria com o laboratório Astrazeneca alcançou eficácia de até 90% na fase de testes. Esse imunizante deverá ser produzido no País pela Fiocruz, depois que receber aval da Anvisa. A expectativa da Fiocruz é de iniciar a vacinação entre o fim de fevereiro e o início de março. O cálculo é de que 65 milhões de brasileiros possam ser vacinados no primeiro semestre e outros 65 milhões, no segundo. O aumento de 30% no alcance da vacina ocorreu porque a estratégia que se mostrou mais eficaz é a do uso de apenas meia dose na primeira etapa de vacinação. Outra vantagem é a de que, diferentemente de outras vacinas também em fase de desenvolvimento, o imunizante de Oxford pode ser armazenado na geladeira, fator importante para a logística de distribuição em países como o Brasil.

 

 

 

 

  • Trump ainda não admite derrota, mas autoriza transição de governo
  • SP tem R$ 130 bi a receber, mas pouca perspectiva
  • Aliança pelo Brasil só tem 10% de assinaturas
  • Modelo acusa senador de estupro em flat de SP

 

 

 

 

 

O Globo

Vacina de Oxford é eficaz  pode chegar ao país em janeiro

 

 

 

 

  • Órfãos da Terra, da TV Globo, leva Emmy de melhor novela
  • Cirurgias eletivas no Rio
  • Trump cede e libera informações para iniciar transição





Deixe seu comentário: