segunda-feira, 20

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

UTIs covid de Mafra e Porto União superlotam e pressionam Canoinhas

Últimas Notícias

- Ads -

Em todo o Planalto Norte e Nordeste do Estado, taxa de ocupação de leitos chegou a 92,92% nesta quinta

 

 

A superlotação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para casos de covid-19 nos Hospitais São Vicente de Paulo, de Mafra, e São Braz, de Porto União, pressiona ainda mais a UTI Covid do Hospital Santa Cruz de Canoinhas. Nesta quinta-feira, 21, havia 15 pacientes internados na Ala Covid do Hospital Santa Cruz, dez deles de Canoinhas e cinco de outros municípios da região.  Entre os internados, sete faziam o uso do respirador mecânico. A Ala Covid tem 10 respiradores mecânicos.

 

 

 

 

Segundo boletim da Secretaria de Estado da Saúde, a taxa de ocupação de leitos de UTI nas alas covid dos hospitais do Planalto Norte e região Nordeste do Estado chegou a 92,92%. Isso significa que se chegar a 100% de ocupação, pacientes que necessitarem de respirador mecânico terão de ser transferidos para outras regiões do Estado.

 

 

 

 

MORTES NO PLANALTO NORTE

Santa Catarina chegou nesta quinta-feira, 21, a 6.036 óbitos, após registrar 48 mortes em 24 horas por conta da pandemia de coronavírus. Segundo o boletim divulgado pelo governo, são 552.310 pessoas infectadas no estado. Do total de contaminados, quase 529 mil conseguiram se recuperar da doença.

 

 

 

 

Com mais uma morte registrada em Três Barras nesta quarta, o Planalto Norte chega a 105 óbitos por causa do coronavírus. Canoinhas segue com o maior número de mortos (30). Na sequência vem os municípios de Mafra (18), Três Barras (14) e Itaiópolis (12) e Porto União (12).

 

 

 

 

TOMÓGRAFO

Equipamento essencial para o diagnóstico do paciente com covid-19, o tomógrafo do HSCC segue no mesmo impasse do ano passado. Depois de a Câmara de Vereadores de Canoinhas liberar metade do valor para a compra de um novo equipamento, o governador Carlos Moisés, a pedido do vice-prefeito Renato Pike, entrou na questão e prometeu comprar o equipamento até o final de 2020. Até agora, no entanto, o equipamento não foi comprado. Segundo Pike, o governo liberou R$ 1,2 milhão para compra do tomógrafo, mas entraves burocráticos impedem a conclusão da compra. Ele acredita que a questão seja resolvida nos próximos dias.

 

 

 

Até que a questão se resolva, pacientes que necessitam de tomografia estão sendo levados para Mafra. Nesta semana, o tomógrafo do Hospital de Mafra também quebrou. Os pacientes de Canoinhas tiveram de ir para Porto União. O equipamento de Mafra já foi consertado.