quinta-feira, 16

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

UnC Canoinhas recepciona veteranos na volta às aulas presenciais

Últimas Notícias

- Ads -

Aulas para as primeiras fases, dos alunos calouros, iniciam a partir de 10 de março

 

 

A Universidade do Contestado iniciou nesta quarta-feira, 17, com o início do semestre letivo para os alunos veteranos nos Campi de Canoinhas, Concórdia, Curitibanos, Mafra, Porto União e Rio Negrinho. As aulas para as primeiras fases, dos alunos calouros, iniciam a partir de 10 de março.

 

 

 

A Universidade está seguindo rigorosamente todas as normas preconizadas pelos órgãos sanitários, zelando pela saúde dos professores, alunos e técnicos.  O retorno aos trabalhos presenciais representa um momento emblemático para a instituição de ensino que, desde o ano passado, tem redobrado os esforços para manter o cronograma de formatura, evitando prejuízos aos acadêmicos.

 

 

A reitora da UnC, Dra. Solange Sprandel da Silva, assinala que os seis Campi foram preparados para recepcionar os alunos. “Seguimos as recomendações dos órgãos de saúde, e preparamos uma recepção calorosa para os nossos alunos neste momento singular para nós da Universidade do Contestado.  Sabemos que é fundamental que todos sejam acolhidos com muito carinho e empatia. Queremos mostrar que a UnC está sempre ao lado de seus acadêmicos e que eles podem contar com o apoio da Universidade, principalmente nesses momentos de tantas incertezas e apreensões”, destaca a reitora.

 

 

A diretora da UnC, Campus Canoinhas, Fabiana Kalyne Ludka, falou sobre o reencontro. “Os acadêmicos e professores ficaram por quase um ano em aulas no sistema remoto de forma que todos estão ansiosos para o retorno ao ensino presencial. O momento é de muita importância. Acredito que teremos um novo aluno e um novo professor. A sala de aula não será mais a mesma, porque temos professores e acadêmicos mais experientes e com uma visão diferenciada em relação ao processo de ensino”, sublinha.

 

 

Conforme Fabiana, o campus foi preparado para atender ao Plano de Contingência para Covid-19. “Realizamos demarcações em salas de aula e espaços de uso comum. O campus foi equipado com álcool 70% em todas as entradas e alunos, técnicos e professores foram capacitados para a nova realidade”, finaliza.