Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

domingo, 26

de

maio

de

2024

ACESSE NO 

Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

Cadastrados até 23 de junho receberão primeira parcela em julho

Últimas Notícias

Serão 3 parcelas de R$ 300 para famílias cadastradas no CadÚnico e profissionais que perderam renda

- Ads -

 

 

 

O governo de Santa Catarina deve pagar no próximo mês a primeira parcela do SC Mais Renda, programa lançado pelo governador Carlos Moisés (PSL) na semana passada. O SC Mais Renda é um programa de auxílio emergencial catarinense que atenderá profissionais que perderam o vínculo formal de emprego durante a pandemia e pessoas em situação de vulnerabilidade social. Até o momento, mais de sete mil pessoas fizeram o cadastro, disponível em sc.gov.br/scmaisrenda, além das famílias que constam do Cadastro Único (CadÚnico) e que, igualmente, passarão por validação conforme previsto na lei.

 

 

 

 

 

“O Governo do Estado pagará a primeira das três parcelas de R$ 300 ainda em julho, para aqueles que se cadastrarem até dia 23 de junho e estiverem aptos para receber o benefício. O cartão do SC Mais Renda poderá ser utilizado no pagamento de alimentação e despesas essenciais em milhares de estabelecimentos credenciados em todos os municípios catarinenses”, informou o governador.

 

 

 

 

Podem solicitar o SC Mais Renda trabalhadores que perderam o vínculo formal de emprego entre 19 de março de 2020 e 1º de maio de 2021 nos segmentos de alimentação, hospedagem, eventos, design, artes cênicas, turismo e transporte público, desde que não tenham recebido o auxílio emergencial federal e o seguro-desemprego, entre outros, e não tenham vínculo ativo de trabalho até 9 de junho de 2021. A aprovação será disponibilizada na consulta ao Portal de Serviços, onde foi realizada a inscrição, bem como informado pelo e-mail cadastrado.

 

 

 

 

 

Também serão contempladas as famílias que constam no CadÚnico até o dia 9 de junho de 2021 e estão em situação de pobreza ou extrema pobreza, desde que não tenham recebido o benefício do Programa Bolsa Família nem auxílio emergencial federal. Neste caso, a aprovação do benefício será automática, após o cruzamento de informações quanto aos requisitos impeditivos.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?