Santo André se classifica e Santos fica perto de vaga no Paulista


Ivan Storti/Santos FC

Tropeços de rivais na quinta, 23, podem confirmar Peixe nas quartas

 

Santos e Santo André sentiram o peso dos mais de quatro meses sem um jogo oficial e realizaram uma partida de poucas emoções nesta quarta-feira, 22. No fim, o empate por 1 a 1 na Vila Belmiro, pela 11ª e penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista, não foi de todo ruim nem para um, nem para outro.

 

 

O Peixe, que atuou por mais de 45 minutos com um homem a menos após a expulsão do meia Carlos Sánchez, foi a 16 pontos e segue na liderança do grupo A, podendo garantir a classificação às quartas de final na quinta-feira, 23. Para isso, basta que Oeste ou Água Santa tropecem contra, respectivamente, Mirassol e Inter de Limeira.

 

 

Já o Ramalhão, que iniciou a rodada com a melhor campanha do Estadual, chegou a 20 pontos, na liderança do grupo B, um ponto a frente do Palmeiras. A derrota do Novorizontino para a Ponte Preta (leia mais abaixo) garantiu a vaga do time do ABC à próxima fase do Paulista.

 

 

 

 

 

O time andreense saiu na frente. Aos 18 minutos do primeiro tempo, após uma cobrança de escanteio, a bola sobrou para o zagueiro Rodrigo balançar as redes. O empate veio aos 47 da etapa inicial, com o atacante Yeferson Soteldo, que aproveitou bola recuperada pelo zagueiro Luan Peres no campo ofensivo, escapou da marcação e fez um golaço.

 

 

As equipes voltam a campo no domingo, 26, às 16h (de Brasília), para a última rodada da primeira fase. O Santos enfrenta o Novorizontino na Arena Corinthians (o mando é do time de Novo Horizonte (SP), cuja cidade está impedida de receber jogos devido à situação local da pandemia). Já o Santo André encara o Ituano no Canindé, também em São Paulo. A equipe do ABC estaria liberada para atuar em casa, mas, neste momento, o estádio do município é usado como hospital de campanha.

 

 

NOVORIZONTINO DÁ ADEUS, PONTE RESPIRA

Assim como Novo Horizonte, Campinas (SP) está impossibilitada de receber partidas em meio à pandemia. Mesmo assim, a Ponte Preta se deu bem na volta aos gramados, fazendo 2 a 0 para cima do Novorizontino, que, com o tropeço, não tem mais chances de classificação, estacionado nos 16 pontos, a três do Palmeiras, que tem duas vitórias a mais.

 

 

O atacante Bruno Rodrigues, que marcou o primeiro gol da volta do futebol paulista, e o meia João Paulo garantiram a vitória da Macaca, que saiu da lanterna geral do Paulista para sonhar com uma vaga na próxima fase. A equipe campineira, que ainda luta contra o rebaixamento, foi aos mesmos 10 pontos de Oeste e Água Santa no grupo A, ficando à frente pelo saldo de gols. O Santos lidera. Lembrando: os dois primeiros de cada chave avançam à próxima fase.

 

 

 

A Ponte, entre a briga por vaga nas quartas e fuga da Série A2 (segunda divisão), termina a participação na primeira fase neste domingo, às 16h (de Brasília), contra o Mirassol, em São Bernardo do Campo (SP). O município de Mirassol (SP) também não está apto a receber partidas na pandemia.

 

 

Já no jogo que marcou a retomada do futebol no estado, Ituano e Ferroviária não saíram do zero no Canindé. A cidade de Itu (SP) é outra impossibilitada de sediar confrontos devido ao estágio local no combate ao novo coronavírus. A igualdade encerrou as chances de classificação de ambos os times, que agora focam na luta contra o rebaixamento.

 

 

 

 

O Ituano, com 11 pontos, é o lanterna do grupo C. A Ferroviária, com 12 pontos, está em último no grupo D e termina a participação no Estadual contra a Inter de Limeira no Morumbi, domingo, às 16h (de Brasília). O mando é da equipe de Araraquara (SP), mais um município paulista vetado para a competição.

 





Deixe seu comentário: