quinta-feira, 23

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Santa Catarina é um dos Estados que menos vacina população contra a covid-19

Últimas Notícias

- Ads -

Não há previsão para a conclusão das fases 1 e 2 da vacinação, segundo o secretário de Saúde

 

 

O Estado de Santa Catarina está entre cinco que menos vacinaram suas populações até o momento contra o coronavírus. Segundo levantamento de um consórcio de veículos de imprensa formado por TV Globo, O Globo, Extra, G1, UOL, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo junto às Secrtearias de Estado da Saúde, apenas 1,33% da população catarinense foi vacinada até o momento. Acre (1,32%), Amapá (1,26%), Tocantins (1,28%) e Pará (1,23%) são os únicos estados com percentual menor que Santa Catarina. 50,38% do total de doses recebidas por Santa Catarina já foram aplicadas.

 

 

 

 

 

 

VACINAÇÃO NA REGIÃO DE CANOINHAS

 

A lentidão da vacinação em Santa Catarina levou os deputados estaduais a convocarem o secretário de Estado da Saúde nesta quarta-feira, 10, para dar explicações sobre o assunto. “A velocidade da vacinação é dependente do fornecimento de vacinas, estou em busca de respostas, tenho agenda com o Ministério da Saúde para discutir o quantitativo para o estado, novas remessas, temos de acelerar, senão levaremos alguns meses para cumprir as fases iniciais”, reconheceu André Motta Ribeiro, que lamentou não ter “respostas sobre vacinas que estão para chegar”.

 

 

 

 

 

O secretário afirmou que não há previsão para a conclusão das fases 1 e 2 da vacinação contra a covid-19. De acordo com o plano de vacinação da Secretaria de Estado da Saúde, a fase 1 abrange 426 mil pessoas e a fase 2, cerca de 844 mil, totalizando 1,2 milhão de catarinenses. A fase 1 compreende os trabalhadores da saúde, pessoas com mais de 75 anos, idosos em asilos e indígenas, enquanto a fase 2 está focada nas pessoas com mais de 60 anos.

 

 

 

 

ESTADOS QUE MAIS VACINAM

No topo do ranking dos Estados que mais vacinam está o Amazonas, que sofre com falta de leitos de Unidade de Terapia Intensiva agravada com uma variante do coronavírus. Até agora, 4,1% da população amazonense já foi vacinada. Distrito Federal, com 3,5% da população vacinada vem em seguida. Roraima vacinou 3,15% dos seus habitantes.