Canoinhas: Rapaz assassinado a tiros em casa será sepultado neste sábado


Claudio tinha 27 anos/Reprodução

Claudio Roque Andrezevski Herbst chegou a ser socorrido, mas não resistiu

 

 

Cláudio Roque Andrezevski Herbst, 27 anos, que morreu na madrugada desta sexta-feira, 16, depois de ter sido alvejado com pelo menos dez tiros por volta das 19h30 desta quinta-feira, 15, dentro de sua casa nas proximidades do 3º Batalhão de Polícia Militar, no centro de Canoinhas, será sepultado neste sábado, 17. O velório ocorre no Centro de Velórios Unissel restrito a familiares e o sepultamento está marcado para às 11 horas no Cemitério Municipal de Canoinhas.

 

 

Segundo o boletim do Corpo de Bombeiros, o rapaz foi encontrado caído, consciente e orientado, porém, com sinais vitais potencialmente instáveis. Ele tinha perfurações de projétil de arma de fogo na região do tórax, abdômen, nos dois braços e na perna esquerda, além de fratura no antebraço esquerdo. Ele chegou a ter o corpo transfixado pelos projéteis, segundo a perícia. Cláudio foi encaminhado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Canoinhas, mas morreu pouco depois.

 

 

 

 

 

De acordo com a Polícia Militar, o crime tem motivação passional. A princípio acreditava-se que um dos acusados teria namorado a companheira da vítima. Agora já se admite a hipótese de crime encomendado.

 

 

 

A Polícia identificou o veículo Fiat Strada usado pelos assassinos. O carro foi monitorado e com apoio da Polícia Militar de SC, Polícia Militar do Paraná, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal (PRF) de várias cidades por onde eles passaram o Strada foi abordada em Guarapuava (PR) pela PRF e Choque da PM. A arma não foi localizada, mas um dos presos tinha mandado de prisão em aberto por roubo e, além do assassinato de Claudio, os dois são suspeitos de uma tentativa de homicídio. A identidade dos dois não foi divulgada. As investigações continuam.





Deixe seu comentário: