Quatro jogos marcaram a rodada no fim de semana do Brasileirão

CBF / Divulgação

Com a vitória, Palemiras assumiu a liderança do campeonato

 

Atlético-MG X Palmeiras

 


O Brasileirão tem um novo-velho líder! Na tarde deste domingo, 12, o Palmeiras foi até o Independência, em Belo Horizonte, foi efetivo contra o Atlético-MG e bateu o rival por 2 a 0, com dois gols de Bruno Henrique. O triunfo pela quarta rodada coloca o Verdão na liderança da Série A. Mais que isso, o time do técnico Felipão não perde na competição desde o dia 25 de julho de 2018.

 

O Palmeiras segue invicto na Série A do Brasileirão, somando agora em primeiro 10 pontos. Já o Galo perdeu o posto que era justamente seu, e agora figura em terceiro, com nove somados.

 

O Galo teve maior posse de bola na primeira etapa, mas quem foi para o intervalo vencendo foi o Porco. Após algumas chances claras de gols para os dois lados, Bruno Henrique soltou uma bomba de fora da área e abriu o placar ao 43 minutos da primeira etapa. O Verdão largou em vantagem diante do Atlético-MG.

 

Mal o árbitro apitou o início da etapa final, o Palmeiras ampliou. E de novo com Bruno Henrique. Aos sete minutos, o volante alviverde tabelou com Dudu, recebeu a bola na entrada da área e bateu colocado, no cantinho do goleiro Victor, sem chances. Daí em diante, o jogo se transformou em um verdadeiro ataque contra defesa. O Atlético-MG tentava a todo custo fazer o gol, enquanto o Palmeiras se fechava la atrás. No fim, mais um triunfo paulista e liderança alviverde no Brasileirão.

 

Santos X Vasco

 

O Santos continua sem sentir o dissabor da derrota do Brasileirão. Neste domingo, 12, o Peixe não tomou conhecimento do Vasco no Pacaembu, se impôs na partida e bateu o Cruz-Maltino por 3 a 0, assumindo a vice-liderança da Série A. Diego Pituca, Rodrygo e Soteldo balançaram as redes para o Alvinegro no jogo válido pela quarta rodada da Série A.

 

O resultado coloca o time do técnico Sampaoli na segunda posição do Brasileirão, com dez pontos (o mesmo número do líder Palmeiras). O Vasco, por outro lado, ainda não venceu e amarga a lanterna da competição, com um ponto somado.

 

Depois de o Vasco pressionar nos primeiros minutos, foi do Peixe a primeira grande chance do jogo. Aos 12 minutos, Sanchéz rolou rasteiro para Rodrygo, que soltou uma bomba de primeira. Mas Pikachu foi heroi e salvou quase em cima da linha. Acontece que o Santos queria muito pular na frente. E conseguiu. Na marca dos 18, Sidão vacilou na saída de bola, Rodrygo foi mais esperto que a defesa cruz-maltina e deu leve toque para Diego Pituca. O volante bateu colocado e abriu o placar no Pacaembu. O Vasco chegou a reagir rapidamente com Maxi López. Mas o árbitro de vídeo indicou que o atacante estava em posição irregular, aos 22 da etapa inicial. Porém foi o Santos quem encontrou de novo o caminho das redes. Dez minutos depois, Rodrygo fez linda jogada individual pela direita e bateu sem chances para Sidão.

 

O Cruz-Maltino voltou mais organizado do intervalo. Logo aos dois minutos, por pouco não diminuiu em cabeceio de Lucas Mineiro. Aos poucos, o Santos foi retomando o controle da partida. Tanto que, aos 25 minutos, Soteldo chutou colocado de esquerda e acertou o travessão de Sidão. Na jogada seguinte, Sanchéz recebeu passe de Jean Mota e mandou na trave. Pois é, mas quem tenta alcança. E o Santos fez mais um. No minuto seguinte, aos 27, Rodrygo fez mais uma bela jogada, tabelou com Jean Mota, invadiu a área e tocou para Soteldo. O venezuelano teve apenas o trabalho de tocar para o fundo das redes: 3 a 0. Para piorar a situação dos cariocas, o lateral Danilo Barcelos recebeu o segundo amarelo aos 41 minutos e foi expulso.

 

São Paulo X Fortaleza



 

Assim como Palmeiras e Santos, o São Paulo permanece invicto no Brasileirão, 12. A vítima dessa vez foi o Fortaleza: na noite deste domingo, 12, apesar da resistência oferecida pelo time da casa, o Tricolor Paulista balançou as redes com Hernanes e superou o Tricolor de Aço por 1 a 0, no Castelão, pela quarta rodada da Série A do Brasileirão.

 

O resultado coloca o São Paulo em terceiro na tabela, com dez pontos. O Fortaleza está em 16º, somando três pontos.

 

Apesar do zero no placar na primeira etapa, Fortaleza e São Paulo disputaram um jogo bom, bastante movimentado. O Tricolor Paulista chegou bem aos cinco minutos, quando Toró arriscou de fora da área. Já o Tricolor de Aço respondeu logo na sequência: em contra-ataque fulminante, Marcinho entrou sozinho na área, mas acabou chutando rente à trave. Durante o período, ambas as equipes tiveram outras oportunidades de marcar, mas o 0 a 0 permaneceu.

 

O São Paulo voltou bem do intervalo, e quase abriu o placar duas vezes: a primeira aos sete minutos, em cruzamento de Hudson na linha de fundo para Toró. Depois aos 10, quando Hernanes cobrou escanteio fechado e quase fez gol olímpico. Aos 23 minutos o Bahia chegou com perigo, em cabeceio De Quintero, mas que foi em cima do goleiro Volpi. Pouco mais de dez minutos mais tarde, o Tricolor Paulista abriria o placar: Hernanes recebeu bom passe de Hudson, invadiu a área e bateu cruzado, sem chances para Felipe Alves, aos 31 minutos. O Fortaleza seguiu tentando empatar, mas o Tricolor Paulista segurou a pressão e venceu.

 

 

Botafogo X Fluminense

 

Deu Fogão no primeiro Clássico Vovô do Brasileirão 2019! Na tarde deste sábado, 11, Fluminense e Botafogo travaram duelo disputadíssimo no Maracanã, pela quarta rodada da Série A. Melhor para o Alvinegro, que conseguiu ser efetivo com gol de Alex Santana e triunfou por 1 a 0, faturando a terceira vitória seguida na competição.

 

O resultado deixa o Botafogo provisoriamente na vice-liderança do Brasileirão, somando agora nove pontos. Já o Fluminense é o 14ª, com três somados.

 

O primeiro grande momento da partida foi tricolor. Na marca dos 11 minutos, Daniel recebeu sozinho na área e pegou de primeira; mas acabou mandando para fora. O Alvinegro respondeu no lance seguinte, com Bochecha arriscando bomba de longa distância. A bola do camisa 5 foi por cima do gol de Rodolfo. Com maior posse de bola, o Flu voltou a levar perigo aos 24 minutos: Luciano fez bela jogada, driblou dois defensores do Alvinegro mas, ao chutar, acabou parando no goleiro Gatito. Em jogo lá e cá, a resposta do Fogo foi novamente imediata, com outro chute forte, dessa vez de Erik, aos 28. No último lance de perigo da etapa inicial, Pedro recebeu dentro da área e só não fez porque Gabriel desviou o chute do camisa 9 do Flu.

 

Melhor na etapa inicial, o Fluminense seguiu levando perigo ao Botafogo depois do intervalo. Aos 10 minutos, Caio Henrique saiu de cara para o gol, porém Gatito pegou mais uma. Nos minutos seguintes, o jogo começou a ficar mais arrastado no Maracanã. Até o Alvinegro acender sua estrela. No primeiro ataque, aos 27 minutos, Alex Santana recebeu cruzamento de Jonathan e cabeceou para abrir o placar no Rio de Janeiro. E três minutos depois quase o camisa 10 marcou o segundo gol, quando recebeu bolão de Bochecha, driblou Rodolfo mas, sem muita mira, chutou na rede pelo lado de fora. Aos 37 minutos, o Tricolor até comemorou o gol de cabeça do zagueiro Matheus Ferraz. Mas a arbitragem de vídeo viu o impedimento de Pedro e anulou o que seria o empate do Flu. Os minutos finais foram de verdadeira pressão do Fluminense. Só que o Botafogo soube se segurar e vencer a terceira seguida.

 

Confira a tabela completa da Série A do Brasileirão!

Deixe seu comentário: