Pronto Atendimento de Canoinhas passa a ter 3º médico plantonista

Unidade de Pronto Atendimento de Canoinhas/Arquivo

Somente em 2018 foram mais de 150 mil procedimentos realizados na Unidade

Prefeito de Canoinhas, Beto Passos (PSD), autorizou a contratação do terceiro médico para Unidade de Pronto Atendimento de Canoinhas (UPA). “Atender os pacientes de maneira mais ágil e rápida era um sonho que agora conseguimos realizar. Nossa demanda é muito grande: somente em 2018 foram mais de 150 mil procedimentos realizados na UPA. Este terceiro médico vai trazer um suporte maior ao trabalho dos servidores que lá atuam garantindo ainda mais qualidade na Saúde”, afirma o prefeito Beto Passos.

 

A paralisação do atendimento na rede pública de saúde em outros municípios, o aumento no número dos casos de virose e a falta de atendimento dos planos de saúde em urgência e emergência tem sobrecarregado a UPA desde o final de 2018. Para auxiliar os profissionais que lá atuam e melhorar o fluxo de atendimento é que a prefeitura de Canoinhas contratou o plantão do terceiro médico na unidade.


 

Até esta quinta-feira, 10, dois médicos cumpriam plantão na UPA e, quando necessário, era acionado o sobreaviso ou um terceiro profissional. A prefeitura mantém contrato de prestação de serviços para acionar sete especialidades.

 



 

“A UPA sempre contou com apenas dois médicos. No entanto, desde 2017 autorizamos acionar o terceiro médico em situações de acidentes de múltiplas vítimas ou em casos extremos de grande demanda de emergência na UPA, porém, esporadicamente”, informa a secretária de Saúde, Zenici Dreher. O plantão do terceiro médico será entre 16h e 23h. A secretária lembra ainda que a UPA sobrecarrega porque é a porta de entrada do Hospital Santa Cruz de Canoinhas, “que não tem pronto socorro próprio”.

 

 

“Com o terceiro médico nosso objetivo é atender os pacientes no tempo certo conforme dados clínicos e conforme protocolos podendo priorizar sempre as emergências, porém nos horários de pico não deixar de atender os demais pacientes”, explica a secretária.

Deixe seu comentário:

Top