sexta-feira, 28

de

janeiro

de

2022

ACESSE NO 

Professores planejam protesto por revisão salarial em Três Barras

Últimas Notícias

- Ads -

Data foi escolhida por ser simbólica

MANIFESTO

Professores da rede pública municipal de Três Barras farão um manifesto nesta sexta-feira, 15, Dia do Professor, às 17 horas em frente ao Caic. Eles pedem a revisão o salário e o plano de carreira dos docentes.

Leia a carta aberta que será entregue ao prefeito Luiz Shimoguiri (PSD) e vereadores:

“Os professores, professoras, servidores e servidoras municipais de Três

Barras vêm em carta aberta solicitar que o prefeito Luiz Divonsir Shimoguiri reveja os valores do piso nacional, os projetos de lei que reajustam os salários dos professores e servidores municipais e o que organiza o plano de carreira dos servidores.

– Os projetos já estão prontos, frutos de diálogo entre os vereadores e prefeitos no sentido de garantir que os servidores e professores tenham os reajustes garantidos em lei, no caso da Constituição Federal e a Lei Federal 11.738/2008.

– O outro refere-se ao plano de carreira dos servidores públicos municipais com a adequação das tabelas salariais por níveis ao longo da carreira.

– Pagar a progressão que muitos ainda não recebem.

– Devolver aos funcionários a porcentagem do aumento anual, que em 2021 lhes foi tirado, devido a Pandemia. Tendo em vista que mesmo diante da pandemia, o próprio Estado aumentou o salário de servidores; sendo que nosso Município fez o contrário ao invés de dar, tirou.

Mesmo com a pandemia os recursos da prefeitura e da Educação, não sofreram baixas, inclusive com sobras do Fundeb, no caso dos professores. Pois saiu um decreto com sobra de R$ 1 milhão do Fundeb que seria feito o rateio entre professores, e até hoje não vimos onde foi parar essa sobra; visto que essa deve ser paga arrumando os salários dos professores e demais funcionários da Educação, pois nossa classe há tempo vem sendo desvalorizada.”

O movimento desta sexta deve durar uma hora e ocorre fora do expediente porque, segundo os professores, não há intenção de interromper as aulas.



FALANDO NISSO

O projeto de lei que dispõe sobre a descompactação da tabela salarial dos professores da rede estadual de ensino será enviado à Assembleia Legislativa na próxima terça-feira, 19.

O anúncio sobre o novo benefício ao magistério catarinense será feito hoje, Dia do Professor.

De acordo com o projeto, professor em final de carreira não receberá menos de R$ 11 mil. O governador deve anunciar também a abertura de 3.500 vagas em cursos de formação inicial de licenciatura e pós-graduação, com investimentos de R$ 8 milhões. A informação é do colunista da ND+, Moacir Pereira.



ATENDIMENTO

Vereadores Osni Stelzner (MDB) e Dinei Berdnaski (PDT) pediram que o prefeito Alfredo Dreher (Podemos) retome as negociações com o Hospital Santa Cruz de Canoinhas (HSCC). Hoje, a referência para atendimentos de urgência é o Hospital São Vicente de Mafra.




CRIMINAL

Além da ação eleitoral, os ex-candidatos a prefeito e vice de Três Barras, Gilson Nagano (PL) e Gugo (PSC), vão agora enfrentar uma denúncia na esfera criminal pela mesma acusação de compra de votos nas eleições do ano passado. Eles já foram condenados na esfera eleitoral em primeira instância e recorrem agora ao Tribunal Regional Eleitoral.




ESTUDO

O governo de Santa Catarina vai mudar o sistema tributário sobre os combustíveis. A intenção é reduzir o valor do produto para o consumidor. A Secretaria da Fazenda (SEF/SC) iniciou nesta quinta-feira, 14, estudos para analisar a possibilidade de retirar os combustíveis do sistema de Substituição Tributária (ST). 



FIM DA LINHA

Nesta quinta-feira, 14, durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa, o deputado suplente Rudinei Floriano (PSL) destacou o fim do seu período como parlamentar na Alesc. Floriano tomou posse no dia 18 de setembro, na cadeira do deputado Coronel Mocellin (PSL), que está de licença até o dia 18 de outubro.




SACO DE BONDADES

Governador Carlos Moisés/Mauricio Vieira/Secom/Divulgação

Somente nesta segunda-feira, 11, o governador Carlos Moisés confirmou mais R$ 84.402.600,78 para diferentes obras e serviços em Municípios de todo o Estado.




RESPONSABILIDADE

O Senado Federal aprovou em sessão na tarde desta quinta-feira, 14, o projeto de lei 2510/19 que passa aos municípios o poder de definir a área das faixas edificáveis em margens de rios.

O senador catarinense Jorginho Mello, que havia proposto o projeto 1869/21 semelhante e que tramitava apensado, encaminhou um acordo para que o PL 2510, de autoria do deputado Rogério Peninha (MDB), fosse aprovado para dar maior celeridade na tramitação da questão.


PRESIDENCIÁVEL

Divulgação

José Luiz Datena afirmou que deixará seu programa na TV para concorrer à presidência da República nas eleições de 2022. Atualmente, o jornalista comanda o Brasil Urgente, programa policial da rede Bandeirantes. As informações são do colunista do Metrópoles, Léo Dias. 




ALCATRAZ

Alvo de mandado de prisão preventiva nesta quinta-feira, 14, no âmbito da Operação Alcatraz, o ex-secretário adjunto de Administração do Estado, Nelson Nappi Júnior, teria se beneficiado de um esquema de lavagem de dinheiro. A esposa dele, Cristiane Rios, é apontada pela Polícia Federal como uma das responsáveis por atuar no conluio. Ela também é investigada e os detalhes foram repassados em uma coletiva de imprensa.