segunda-feira, 18

de

outubro

de

2021

ACESSE NO 

Produção agrícola do Planalto Norte cresce 5% em relação a 2019, revela IBGE

Últimas Notícias

- Ads -

Número de toneladas, o valor da produção também aumentou, mas em proporção maior: 16%

Alexandre Douvan | Especial para o JMais

A pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM), realizada todo ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicou resultados preliminares nesta semana sobre a safra de 2020. No Planalto Norte, houve crescimento em todos os setores, com o total de toneladas 5% maior do que em 2019.

O levantamento do JMais junto ao PAM considera os municípios de Canoinhas, Três Barras, Major Vieira, Bela Vista do Toldo, Porto União, Papanduva, Mafra, Itaiópolis, Irineópolis e Monte Castelo. Juntos, esses municípios produziram 935.976 toneladas de todos os cultivos em 2019, número que subiu para 983.714 em 2020.

Assim como o número de toneladas, o valor da produção também aumentou, mas em proporção maior: 16%. Mesmo em municípios como Bela Vista do Toldo, Papanduva e Itaiópolis, onde a área plantada diminuiu levemente em relação ao período anterior, o valor da produção também cresceu.

De acordo com o levantamento, Mafra e Canoinhas figuram como os principais municípios da região no quadro geral da produção agrícola. São os que têm maior área plantada, quase 43 mil hectares em Mafra e 39 mil em Canoinhas, além de contarem com as maiores produtividades em alguns segmentos.

Em cinco cultivos, Canoinhas é o segundo maior produtor da região. Em produtos como aveia, feijão, soja, trigo e fumo, fica atrás apenas de Mafra.  O município é também o terceiro maior produtor de batata-inglesa, atrás de Mafra e Três Barras, e milho, após Mafra e Itaiópolis. No quadro abaixo você confere a quantidade em toneladas produzida por cada município da região em 2020.

Por mais que não tenha sido o município que mais produziu em 2020, Canoinhas obteve a maior produtividade em fumo e melancia. Ou seja, é onde os produtores conseguiram colher mais quilos por hectare plantado. No caso do fumo, divide a posição com Irineópolis, com média de 2.400 a 2.500 quilos por hectare.

Já Três Barras é o primeiro em produtividade de batata-inglesa, feijão, soja e trigo. Os produtores obtiveram em média 35 mil kg de batata por hectare plantado, 2.431 kg de feijão, 3.900 de soja e 3.700 de trigo. No caso do trigo, todos os municípios listados do Planalto Norte tiveram produtividade acima da média do estado.

Outros dados recém-atualizados mostram que a produção dos municípios do Planalto Norte foi melhor do que o total do Norte catarinense, que se manteve estável, mas com leve queda nos percentuais. A produção de soja teve oscilação de -0,37% em relação a 2019. O mesmo ocorre com o milho, que caiu -1,42% em área plantada. O cultivo da banana foi o que registrou maior oscilação negativa na região, com -1,74%. Já o cultivo da laranja não teve mudanças, manteve-se com 23 hectares em 2019 e 2020.

Esses dados são preliminares, ou seja, podem sofrer alterações caso os pesquisadores do IBGE tenham de corrigir algum dado – o que é normal em pesquisas deste gênero.