Prefeitura de Três Barras custeia operação tapa buracos na SC-120

Rodovia recebeu operação tapa buracos durante a manhã e à tarde desta sexta-feira, 10/ Jota Júnior

Os serviços de recuperação da malha viária do município tiveram sequência nesta sexta-feira, 10

 

 

Os serviços de recuperação da malha viária de Três Barras tiveram sequência nesta sexta-feira, 10, com a realização de tapa buracos na SC-120, rodovia que liga a sede do município ao trevo da BR-116, na localidade da Campininha.


 

 

Empresa contratada pela Prefeitura foi quem fez o fechamento de buracos em diversos pontos dos sete quilômetros da via, também conhecida como Transfalcônica. Homens fizeram a sinalização e o controle do trânsito enquanto os trabalhos estavam sendo executados.

 

 

A decisão de recuperar a rodovia foi tomada ainda na metade do ano passado, com o aval unânime dos vereadores, diante da falta de manutenção por parte do Governo do Estado.

 

 

Na época, prefeito Luiz Shimoguiri disse que a atitude de recuperar uma rodovia estadual estava relacionada ao descaso dos últimos governadores do Estado com a malha viária da região, na qual também se incluía a Transfalcônica. “Está abandonada há muito tempo”, reclamou naquela ocasião.

 

 



Apesar da troca de comando, o problema persiste no mandato do atual governador, Carlos Moisés da Silva.

 

 

MELHORIA NA MOBILIDADE

A operação tapa buracos e de recape começou na última semana do mês de abril, por ruas do bairro João Paulo II e da região central. Na sequência foi a vez das rótulas da Avenida Rigesa receberem nova camada de asfalto, melhorando assim as condições de trafegabilidade nas vias com maior fluxo de veículos na sede do município.

 

 

Só para a primeira etapa dos serviços o município adquiriu 476,96 toneladas de massa asfáltica, usadas na recuperação de uma área total de 3.877,192 metros quadrados.

 

 

Para a segunda fase dos trabalhos foram compradas outras 110,29 toneladas de massa asfáltica. Parte já foi utilizada no tapa buracos da SC-120, sendo que o restante também será usado em reparos emergenciais das Ruas Roberto Olsen e Sete de Setembro, ambas no centro da cidade.

 

 

A Prefeitura ainda fez a compra de outras 90 toneladas de asfalto, que em breve serão aplicadas nas quatro travessias sobre o Valetão, no distrito de São Cristóvão, e que recentemente receberam oito passarelas e cabeceiras em concreto armado.

Deixe seu comentário: