Prefeitura de Canoinhas inicia processo para pavimentar trechos de seis ruas


Rua José Samuel Schmidt

Empresas foram habilitadas na sexta-feira, 27

 

 

LARGADA

A prefeitura de Canoinhas começou na sexta-feira, 27, o processo para pavimentar trechos de seis ruas de Canoinhas. Estão neste lote trechos das ruas José Samuel Schmidt, Cel. Januário de A. Corte, Curitibanos, Alfredo Maier e João Sabatke. 


 

 

 

As empresas Paviplan Pavimentação Ltda, Qualidade Construções e Pavimentações LTDA, Progresso Ambiental e Prado e Prado estão habilitadas. A comissão de licitação abriu o prazo de cinco dias úteis para interposição de possíveis recursos quanto ao julgamento dos documentos de habilitação.

 

 

 

 

 

Caso não haja interposição de recursos no prazo estipulado, as propostas das empresas habilitadas serão abertas pela Comissão de Licitação, na sala de licitações da Prefeitura, às 9 horas de 8 de outubro.

 

 

 

 

Este primeiro lote está coberto pelo empréstimo de R$ 19 milhões feito pelo prefeito Beto Passos (PSD) junto à Caixa Econômica Federal. Ainda constam do projeto, trechos das ruas Antônio Liller, Frei Menandro Kamps e de dois trechos da Avenida Júlio Budant Neto e outros dois da rua Frederico Kohler. 

 

 

 

 

 

RADAR

A Defesa Civil de Santa Catarina concluiu o processo licitatório para a aquisição do novo radar meteorológico que será instalado no Norte do estado. O objetivo do equipamento é melhorar a cobertura da região, que apresenta microclimas devido às características de relevo. O equipamento é capaz de realizar vigilância meteorológica total de uma área geográfica circular com um raio de pelo menos 100 quilômetros, de detectar hidrometeoros (água, gelo, granizo e até neve) com até 50 quilômetros de distância e constatar a velocidade do vento no modo doppler.

 

 

 

O aparelho adquirido é de banda X Doppler, com dupla polarização e transmissor em estado sólido, de última geração. Comparado com radares valvulados Magnetron, as características do novo equipamento garantem mais eficiência energética e baixíssimo custo de manutenção. A proposta vencedora, no valor de R$3.754.437,33, foi da Enterprise Eletronics Corporation, mesma empresa fornecedora dos radares do Vale (banda S, instalado em Lontras) e do Sul (banda X, instalado em Araranguá).

 

 

 

 

 

ESCOLA

Depois da audiência pública na localidade da Barra Mansa, os vereadores de Canoinhas votam hoje em segundo turno o projeto de lei que muda o nome da Escola Básica Municipal da localidade de Evaldo Dranka para Barra Mansa. Na audiência da semana passada a maioria dos moradores da localidade optou pela troca, o que deve ser seguido pelos vereadores na sessão de hoje.

 

 

 

FALA QUE EU TE ESCUTO

Vereador Paulinho Basílio (MDB) requereu que seja encaminhado ofício ao prefeito Beto Passos e ao responsável pela Ouvidoria Municipal, solicitando os relatórios das atividades e serviços produzidos nos anos de 2018 e 2019.

 

 

 

Em suas explicações o vereador alegou que a ouvidoria é um importante espaço de manifestação do cidadão. “Através dela podemos ter uma percepção mais próxima dos anseios e também das reclamações da população canoinhense, é um excelente canal de comunicação”, disse.

 

 

 

 



 

 

OUVIDORIAS MUNICIPAIS

Falando em ouvidorias, o Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) enviou a todas as 295 prefeituras e 295 câmaras de vereadores do Estado ofício para que adotem medidas de implantação de ouvidorias públicas de acordo com a lei federal 13.460/2017 – o texto obriga a oferta do serviço em todo o território nacional desde junho.

 

 

 

 

 

 

Juntamente com o documento de alerta aos poderes Executivo e Legislativo municipais, o TCE/SC enviou questionário com a finalidade de saber em qual estágio está a implantação do serviço de ouvidoria em cada unidade. 

 

 

 

 

 

 

A partir do recebimento das respostas, será possível fazer um diagnóstico mais preciso do cumprimento da lei e identificar, entre outros aspectos, quantas ouvidorias já foram criadas, se estão efetivamente em funcionamento e a qualidade da atuação delas diante da população.

 

 

 

 

 

Canoinhas, a propósito, já tem o serviço implementado desde o governo Leoberto Weinert.

 

 

 

 

 

FINANÇAS

Preço baixo é o principal atrativo na hora de comprar roupas, diz uma pesquisa do Instituto de Marketing Industrial (Iemi). A preferência aumentou desde 2017: foi de 34% ante atuais 38%. O bom atendimento perdeu espaço e caiu de 32% para 28%.

 

 

 

 

15% 

dos deputados estaduais catarinenses vêm do setor público; outros 5% têm origem na segurança pública

 

 

 

 

AUXÍLIO-COMBUSTÍVEL

O governo do Estado fez nesta segunda-feira, 30, os últimos ajustes para publicar nesta terça-feira a regulamentação do novo modelo de pagamento do auxílio-combustível a servidores. Até o começo do ano, quando o Tribunal de Contas (TCE) passou a questionar os R$ 38 milhões gastos pelo governo, 769 servidores recebiam o vale, entre eles auditores fiscais, procuradores, auditores internos e defensores públicos.

 

 

 

 

 

Atualmente, eles ganham o valor fixo de R$ 4,9 mil, incorporado ao salário mensal, sistema questionado pelo TCE, que estabeleceu a data de 30 de setembro para a mudança. O modelo que o governo publicará prevê um valor fixo e pagamento por quilômetro rodado, levando em conta o custo pela obrigatoriedade dos servidores terem veículo à disposição já que não há carros e motoristas para eles, segundo o secretário da Casa Civil, Douglas Borba.





Deixe seu comentário: