domingo, 17

de

outubro

de

2021

ACESSE NO 

Prefeitura de Bela Vista do Toldo pagou por transporte escolar sem a prestação do serviço em 2020

Últimas Notícias

- Ads -

Vereadores chegaram a questionar o motivo, mas não obtiveram resposta

PERGUNTA SEM RESPOSTA

O Município de Bela Vista do Toldo desembolsou R$ 38,8 mil entre os meses de março e julho de 2020 com transporte escolar. O valor é justo, o estranho é que as aulas presenciais foram suspensas neste período por causa da pandemia. Com a chegada do coronavírus, as aulas presenciais foram suspensas em todo o Brasil no final de março.

No dia 11 de agosto do ano passado a então vereadora Siomara Damaso da Silveira (MDB) questionou o gasto. Ela respondia a uma fala do prefeito Adelmo Alberti (PSL) que culpava os vereadores por não terem aprovado um projeto de lei que permitia a contratação de transporte terceirizado para entregar as apostilas nas casas dos alunos da rede municipal. “As empresas terceirizadas estão recebendo esses meses em que estão paradas”, disse a vereadora mostrando a planilha abaixo disponível no Portal da Transparência.

Soma dos valores pagos por transporte escolar até julho de 2020/Reprodução

As aulas presenciais retornaram somente neste ano em Bela Vista do Toldo.

Quando houve o questionamento da vereadora Siomara, o Município deixou de pagar pelo serviço não prestado, mas não respondeu ao requerimento.





SUSPEITO

 Claudinei Ribeiro, o ex-secretário do governo Adelmo Alberti em Bela Vista do Toldo, por ora preso, recebeu R$ 117,2 mil da prefeitura de Bela Vista do Toldo em 2019. Os contratos referentes a esses pagamentos não foram localizados pela coluna no portal da transparência.







NOVA MODALIDADE

Além dos veículos queimados em Bela Vista do Toldo, a Polícia vem investigando uma nova forma de se livrar de bens inconvenientes: seu sepultamento.

Há denúncia de que tem gente tentando enterrar carros e afins.





OFF

A Câmara de Vereadores de Bela Vista do Toldo vive um apagão. Há nove meses que os vídeos das sessões (se é que são gravadas) não são publicados no canal do Legislativo no Youtube. Na página do Facebook, a última sessão exibida ao vivo ocorreu em 22 de junho. O site da Câmara teve a ultima postagem feita em 18 de maio. Quando se consulta atas, pautas e projetos de lei, nada aparece depois do começo de junho.





COVIDÃO

Ainda envoltos nas tantas denúncias envolvendo empreiteiras e o Município de Bela Vista do Toldo, policiais e promotores deixaram em stand by outra investigação que tem tudo para revelar um emaranhado de relações nada republicanas: o destino dos recursos enviados pelo Governo Federal para combater a covid-19.





CAMPO

Peterson Paul / Secom

O Governo de Santa Catarina deu início à entrega de 61 tratores para municípios do interior do estado na tarde desta segunda-feira, 19. Entre os Municípios beneficiados está Major Vieira.



DIVERGÊNCIA

Vereadores de Três Barras discutiram sobre o papel deles mesmos durante a sessão desta segunda, 19. A vereadora Josi Gazaniga (MDB) questionou a inação da Casa de Leis. Ernani Wogeinaki Jr (PSL) saiu em defesa da Casa e elencou trabalhos recentes feitas pela Casa.




UNIFORME

Faltam pequenos ajustes para a definição dos novos modelos de uniforme escolar para a redes estadual de ensino em Santa Catarina. As roupas devem ser lançadas em 2022, mas até lá o governo do Estado cuidará da fabricação dos materiais. Parte será feita por presos catarinenses, enquanto o restante ficará a cargo de uma empresa contratada. A informação é do colunista da NSC Total, Anderson Silva.

Segundo o secretário de Educação, Luiz Fernando Vampiro, os pais poderão escolher os modelos entre uma série de itens. Entre eles haverá moletons, jaquetas e diferentes estilos de calça e bermudas para meninos e meninas.




R$ 2,8 milhões

é quanto o Município de Canoinhas deve repassar ao Hospital Santa Cruz até o fim do ano, em seis parcelas, de recursos oriundos do Ministério da Saúde para o custeio de leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com covid