Prefeitos da região dão pra trás em promessa de compra de tomógrafo neste ano


Tomógrafo do CDI que estragou/Arquivo

Somente Canoinhas honrou promessa de verba para a compra

 

 

 

TOMÓGRAFO

Somente Canoinhas honrou o compromisso de disponibilizar recursos para compra de um novo tomógrafo para o  Centro de Diagnóstico por Imagem, que fica anexo ao Hospital Santa Cruz de Canoinhas (HSCC). A Câmara de Vereadores de Canoinhas aprovou em 7 de dezembro, projeto de lei que autoriza o Município a investir R$ 483 mil na compra do aparelho. O atual está estragado.

 

 

 

O acordado entre o prefeito Beto Passos (PSD) e os prefeitos das cidades que fazem parte da região era que todos se cotizariam para a compra do equipamento, o que de fato não se concretizou.  O valor total do tomógrafo é de R$ 862 mil. Como Canoinhas pagará R$ 483 mil, o valor restante seria rateado entre os Municípios da região que se beneficiam do tomógrafo.

 

 

 

 

 

Segundo Passos, os demais municípios não desistiram de ajudar. Eles devem incluir o valor para ajudar na compra do tomógrafo no orçamento do ano que vem. Os orçamentos para 2021, por força de lei, contudo, já foram aprovados pelas respectivas câmaras neste ano.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PLANO B

A direção do HSCC já está acionando um plano B na tentativa de reaver o tomógrafo o mais rápido possível, já que o equipamento é essencial para diagnósticos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FOI BOM, MAS FOI RUIM

O eleitorado que acessa o JMais se mostrou dividido sobre o resultado das urnas neste ano. Enquete realizada na home do site mostra que 259 internautas acharam que a escolha do próximo mandatário foi péssima, 211 se mostraram indiferentes e 239 acham que foram escolhas muito boas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

R$ 266,6 mil

foi quanto os canoinhenses ganharam na Mega Sena neste ano conforme levantamento feito pela NSC Total junto à Caixa Econômica Federal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRA PENSAR

Está no ar, no açúcar, no sal, na água de torneira, na cerveja gelada. A presença de micropartículas de plásticos já faz parte do cotidiano de qualquer cidadão do mundo. Estima-se que, ao longo de um ano, cada pessoa tenha ingerido algo entre 74 e 121 mil partículas desse material.

 

 

 

Em agosto do ano passado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou o relatório Microplastics in drinking-water (Microplásticos na água potável), no qual analisa mais de 50 estudos sobre a presença de partículas e fibras plásticas em águas naturais, potáveis e de esgoto. O objetivo do relatório era avaliar os riscos à saúde.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Para entender: condenados da Lava Jato em 2014  já poderão se candidatar em 2022. A profecia de Jucá está sendo cumprida”

do advogado e um dos redatores da Lei da Ficha Limpa, Márlon Reis, sobre decisão do ministro Kássio Nunes Marques, do STF

 

 

 





Deixe seu comentário: