Prefeito de Monte Castelo negocia retorno de servidores grevistas individualmente

Prefeito Jean Medeiros/Edinei Wassoaski/JMais

Jean Medeiros se nega a negociar com Sindicato

 

GREVE EM MONTE CASTELO

O prefeito de Monte Castelo, Jean Carlo Medeiros (PSDB), está negociando individualmente com os servidores públicos municipais que estão desde segunda-feira, 29, em greve. Ele se nega a negociar com o Sindicato da categoria por entender que há interesses político-partidários com vistas às eleições do ano que vem. “Durante os trâmites o Sindicato passou a promover postagens de cunho político e de desrespeito com o governo. Culminou  com conversas da presidente do Sindicato com grupos de servidores no sentido de tratar de reeleição”, explicou Medeiros à coluna.

 


 

 

 O prefeito acredita que 26 dos 400 servidores seguem em greve. Ele frisa que os serviços municipais não foram prejudicados. “Nenhum serviço foi paralisado ou prejudicado, uma vez que antecipadamente providenciamos as substituições”, afirma o prefeito, que acredita que a greve seja uma antecipação do cenário eleitoral de 2020, já que, de acordo com o prefeito, dois líderes do movimento são vereadores de oposição.

 

 

 

Medeiros alerta para o que chama de “guerra de informações tentando aumentar o tamanho da greve”.

 

 

 

Para dissuadir os grevistas, Medeiros tem oferecido auxílio alimentação. Quem ganha menos o valor é maior, de R$ 120 a R$ 150. Quem ganha mais receberá R$ 70. No caso do professor 20 horas isso representa cerca de 12% sobre o salário, afirma Medeiros.

 

 

 

O prefeito reconhece que os servidores estão há três anos sem reajuste. Explica, porém, que “o prefeito anterior concedeu de uma vez só,  parceladamente, o reajuste de quatro anos, tendo pago um pouco no mandato dele é todo os resto, 12%, deixado para este mandato. Pior, em janeiro de 2017 assumi com um aumento, além da reposição, para os cargos comissionados e políticos, inclusive vereadores, e todos compõem o índice de folha, em percentual de 47%. Uma bomba”, afirma.

 

 

 

 

 

 

EXPECTATIVA

Os primeiros convênios para manutenção de rodovias estaduais, por meio do Projeto Recuperar, e o decreto que oficializa a criação do programa serão assinados nesta quinta-feira, 1º de agosto, às 14h, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis. No evento, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e o chefe Casa Civil, Douglas Borba, também assinam o termo de cooperação entre Casa Civil e associações de municípios para instalação e operacionalização dos Núcleos de Gestão de Convênios (NGCs).

 

 

 

Participam da cerimônia o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler, o presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Joares Ponticelli, além dos prefeitos que presidem as associações de municípios e os consórcios públicos. 

 

 

 

 

 

 

 

170 CIDADES

Já nesta primeira etapa do Projeto Recuperar, o Governo firma parceria com nove consórcios, que abrangem 16 das 21 associações de municípios existentes em Santa Catarina. Ao todo, 170 cidades serão atendidas. Os convênios representam quase quatro mil quilômetros da malha rodoviária estadual e investimentos de R$ 6,5 milhões por mês. O Governo projeta dobrar a aplicação de recursos com o serviço. A partir do ano que vem, a previsão é que projeto receba R$ 120 milhões por ano, o que representa um crescimento de 124% em relação aos R$ 53,5 milhões aplicados em 2018.

 

 

 

 

 

 

 

E A SC 477?

Segundo o presidente da Amplanorte, prefeito de Major Vieira, Orildo Severgnini (MDB), a famigerada SC-477 está inclusa no pacote. Estará contemplada inclusive a SC 120, que dá acesso da BR 280 à Timbó Grande. “Os questionamentos são sobre os valores destinados que são poucos, mas após firmado o compromisso vamos trabalhar junto à frente parlamentar para aumentar a nossa participação na liberação dos recursos para a nossa região”, disse Severgnini.

 

 

 

 



 

 

 

 

MARIA DA PENHA

Sancionada pelo prefeito Beto Passos (PSD), já está em vigor  a lei que veda nomeação de pessoas para cargo em comissão que tenham sido condenadas com base na Lei Maria da Penha. 

 

 

 

 

 

 

BANCO DE ÓCULOS

Publicada também a lei que institui o banco de óculos de Canoinhas. A ideia que partiu do vereador Wilmar Sudoski (PSD) é de que as pessoas que usam óculos e trocam de armação, possam doar essas armações para pessoas carentes.

 

 

 

 

 

 

 

 

LITERATURA

A escritora canoinhense Adriana Bueno de Oliveira vai lançar no dia 16 de agosto, na sede da Fameplan, o livro Olhos de Céu. Trata-se de uma obra voltada para o público infantil, que conta histórias ouvidas dos avós da autora.

 

 

 

 

 

 

 

 

CORREIOS

Após audiência realizada pelo ministro Renato de Lacerda Paiva, vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, nesta quarta-feira, 31, Correios e representações sindicais mantêm as negociações para assinatura do acordo coletivo da categoria, que continuam sendo mediadas pelo TST.

 

 

 

Também ficou decidido que o Acordo Coletivo 2018/2019 continuará vigente até 31/8/2019 (a vigência era 31/7/2019).

 

 

 

Os Correios informam que todos os serviços estão sendo prestados normalmente em todo o Brasil e orientam os clientes a, em caso de dúvida, buscarem informações nos canais oficiais da empresa, pela internet (http://apps2.correios.com.br/faleconosco/app/index.php) ou ligando para a Central de Atendimento no 0800 725 0100.

 

 

 

 

 

 

 

FECAM

Gestores das prefeituras catarinenses, lideranças políticas, parceiros, patrocinadores e profissionais da imprensa acompanharam na noite da terça-feira, 30, na Associação Catarinense de Imprensa (ACI) em Florianópolis, o lançamento oficial da programação da 17ª edição do Congresso de Prefeitos.

 

 

Considerado um dos maiores congressos municipalistas realizados no Brasil o Congresso que acontece dias 24, 25 e 26 de setembro na Arena Petry, em São José, na Grande Florianópolis, e terá como tema a “Inovação, sustentabilidade e eficiência na gestão municipal”. O presidente da Federação, prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli ao fazer o lançamento destacou que a edição deste ano terá uma série de novidades focadas para a sustentabilidade dos municípios catarinenses.

Deixe seu comentário: