Por causa de menção a casa de Passos, Norma terá de ceder espaço em seu programa de rádio


Prefeito Beto Passos ao lado da vendedora de coxinha Maria Lemos/Divulgação

Direito de resposta foi dado pela juíza eleitoral nesta quarta-feira, 21

 

RECURSO ATENDIDO

A coligação de Beto Passos (PSD) conseguiu direito de resposta nos programas de  Norma Pereira (PSDB) por causa da rumorosa peça que fazia insinuações sobre a compra de sua casa para o PSDB no valor de R$ 1 milhão, para Passos, R$ 700 mil. “Neste contexto, não há falar de ausência de ânimo de difamar e injuriar. Como sabido, geralmente diz-se que alguém está “aprontando” (referência feita a Passos na peça veiculada pela campanha de Norma) quando a pessoa está fazendo algo errado ou escondido. No texto veiculado, já de início, o candidato é chamado de “personagem famoso que apronta todas”. Não se está diante de crítica eleitoral, ou crítica à forma do candidato atuar como prefeito, ou no exercício da vida pública, ou à atitude administrativa específica, senão a atacar a aquisição de uma casa feita por ele, de forma perversa e o ridicularizando”, anotou a juíza eleitoral Marilene Granemann de Mello na sentença.

 

 

 

 

“O candidato apresentou declaração de imposto de renda em seu pedido de
registro de candidatura, QUE É PÚBLICO, onde consta a aquisição do imóvel, o período em que a aquisição ocorreu, e que inclusive objeto de financiamento, e por valor a menor que o anunciado na propaganda ora combatida”, destacou a juíza. “Tenho, neste quadro, que o texto veiculado não versa críticas e comentários contra a administração do representante, senão ofensa à sua honra subjetiva, e à manifestação do que ele acredita representar – “homem do povo” […. diz que é do povão mas…], ligada a aquisição de imóvel próprio”, conclui.

 

 

 

 

 

A resposta deverá ser veiculada no sábado, 24, às 11h (mesmo dia da semana e bloco das supostas ofensas), e consistirá em três respostas de 1 minuto, substituindo-se seis
inserções de 30 segundos. Deverá, ainda, ser veiculada em todas emissoras do Município de Canoinhas, no início do programa da coligação de Norma.

 

 

 

 

Procurada, a coligação de Norma disse que “neste momento o departamento jurídico está analisando as melhores medidas cabíveis ao caso”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MUDANÇA DE RUMO

A campanha de Norma Pereira (PSDB) avalia que a dose pode ter sido forte demais junto ao eleitorado mais pacífico quando usou o currículo de Beto Passos (PSD) para questionar a compra de sua casa. O reflexo dessa avaliação pode ser sentido nos programas de rádio desta quarta e quinta. As críticas continuam, mas mais sóbrias e calcadas em dados, como a citação ao relatório encomendado pelo Município para promover mudanças no trânsito de Canoinhas. O relatório trazia recomendações óbvias e citava providências que já tinham sido tomadas há anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Governador, a gente está conseguindo mudar muita coisa, mas nós não podemos brigar com todo mundo ao mesmo tempo. Abra o governo”

do ex-secretário da Casa Civil e homem de confiança do governador Carlos Moisés (PSL) desde a campanha eleitoral, Douglas Borba, em entrevista à NSC Total. Moisés deve ser afastado nesta sexta, 23

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRANSPORTE

Julio Cavalheiro / Secom

A dois dias de possivelmente ser afastado do Governo, Carlos Moisés (PSL) entregou nesta quarta, 21,  mais 73 ônibus novos para o transporte escolar. A solenidade foi realizada no estacionamento do trapiche da Avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis. A entrega beneficia municípios de todas as regiões de Santa Catarina com investimento de R$ 16,6 milhões feito pelo Governo do Estado. Da região, Calmon, Itaiópolis, Porto União e Três Barras foram beneficiados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PELAS REDES

Norma Pereira (PSDB) voltou a criticar a atual gestão em postagem nesta quarta nas suas redes sociais. “Esse negócio de empregar o amigo do amigo vai acabar! Além disso vamos diminuir as secretarias, fazer uma reforma administrativa e criar ferramentas de transparência. Uma administração séria se faz com comprometimento e responsabilidade”. Ela também postou vídeos com testemunhas de eleitores que moram no interior do Município.

 

 

 

 

 

 


Ivan Krauss (PRTB) aposta na imagem da família ao postar vídeo dele e de sua candidata a vice, Professora Patrícia (DC) brincando com os filhos na praça. “A cada dia que passa, temos a chance de DAR AOS FILHOS, algo melhor. Só depende de nós! Os pequenos passos de hoje; serão grandes no futuro – Só depende de nós mesmos, ajudá-los! Eles não sabem DECIDIR ainda, estão aprendendo. Mas NÓS SABEMOS! Não tiraremos das mãos dos nossos filhos, a grande chance de mudar! A grande oportunidade de RETOMAR o planejamento do futuro deles! As alianças que fazemos hoje – serão importantes pro futuro amanhã! Chega do vitimismo; chega das encenações – pra se manter no poder! Nossos FILHOS, querem ser felizes DE VERDADE. E nós também queremos!”

 

 

 

 

 

 


Já Beto Passos (PSD) segue apostando nos depoimentos de eleitores. “Beto Passos e Pike: o governo que mais valorizou os músicos da nossa terra, os artistas locais”. A afirmação é do cantor Marlon Danilo no vídeo acima.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAL NA FOTO

O tribunal do julgamento de impeachment do governador Carlos Moisés (PSL) e Daniela Reinehr se reúne nesta sexta-feira, 23, contando com o quase total desinteresse do eleitor catarinense. Ao que tudo indica, será afastado por 180 dias, dando a Julio Garcia plenos poderes sobre o governo. Tudo que a Assembleia quer é que o povo siga desinteressado e soterre sem discussão a possibilidade de eleição direta para o próximo governador. Se postergar para 2021 o afastamento definitivo, caberá aos próprios deputados escolherem o próximo governador. Se a cassação se consumar neste ano, o povo escolhe.

 

 

 

 

 

 

 

 

BOA INICIATIVA

A Assembleia Legislativa aprovou, nesta quarta-feira, 21, a admissibilidade da medida provisória que isenta o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) das empresas que doarem equipamentos de prevenção à covid-19 para o processo eleitoral deste ano. A iniciativa tem o objetivo de assegurar a saúde dos cidadãos que vão trabalhar como mesários voluntários nas eleições municipais e também dos eleitores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REVÉS

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que determina eleições diretas no caso de vacância no cargo de governador e vice em até seis meses para terminar o mandato teve um revés nesta quarta-feira, 21, na Assembleia Legislativa. O deputado estadual Cesar Valduga (PCdoB) retirou a necessária 14ª assinatura para a PEC avançar. A expectativa do autor da matéria, deputado Bruno Souza (Novo), era de que a PEC fosse publicada oficialmente para começar a tramitar. A partir de agora o parlamentar irá em busca da assinatura dos deputados que se mostraram indecisos com relação ao assunto. A informação é do colunista da NSC, Renato Igor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ASSUSTADOR

A cada duas horas e 13 minutos, uma pessoa foi violentada sexualmente em cidades de Santa Catarina em 2019. Durante todo o ano, mais de 3,9 mil pessoas relataram ter sido vítimas de estupro no estado, dentro ou fora de suas casas. Significa que, em média, 11 abusos ocorreram por dia em SC no ano passado, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2020, publicado nesta semana.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

88%

foi o crescimento dos golpes bancários durante a pandemia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Se eu tivesse que deixar um recado para a sociedade sobre o tema, seria ligado à política: cuidado com o candidato que usa o medo para levá-los a votar nele. Se ele diz que é o único capaz de acabar com o risco, vote em outro. O risco não pode ser eliminado, só administrado”

do escritor Daniel Blumstein

 

 

 





Deixe seu comentário: